Sexta-Feira, 28 de Junho de 2019, 10h:18

Tamanho do texto A - A+

Polícia Civil prende três suspeitos de aplicarem golpes na internet

Por: DA REDAÇÃO

Três pessoas procuradas pela Justiça do Estado do Maranhão por aplicarem golpes pela internet, por meio de anúncios de venda de veículos, foram presas simultaneamente pelas Polícias Civil dos Estados de Mato Grosso e São Paulo. A ação foi deflagrada na quinta-feira (27), após troca de informações visando cumprimento dos mandados de prisão preventiva, de busca e apreensão domiciliar, e de sequestro de valores financeiros.

Alan Cosme/HNT/HiperNoticias

policia civil

Em Cuiabá (Mato Grosso), Elzyo Jardel Xavier Pires, de 35 anos e Gabriella Vanuzzi Pouso Gomes, de 23 anos, ambos com ordens judiciais de prisão decretadas por crime de estelionato, foram presos pelos policiais civis da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Elzyo foi localizado pelos investigadores da GCCO em um endereço no bairro CPA II.  Já Gabriella foi detida no bairro Baú. 

O terceiro alvo da operação policial com mandado de prisão em aberto, identificado como Danni Israel da Silva, foi preso pelo Centro de Inteligência na cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo.

As ações foram realizadas em apoio às investigações conduzidas pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de São Luiz (MA). Os envolvidos são investigados por golpes naquela localidade, replicando anúncios de vendas de veículos por meio eletrônico, via o site de compra e venda OLX.

Os três suspeitos receberam valores provenientes de vendas fraudulentas de automóveis, ocorridas no município de São Luiz (MA). Em dezembro de 2018, duas vítimas foram induzidas a erro, após negociação de venda de um veículo Corolla e realização de pagamento feito a um dos investigados. Uma das vítimas do golpe teve prejuízo de mais de R$ 39 mil, valor esse repassado para conta de pessoas “laranjas”.

Segundo levantado, Elzyo Jardel possui passagens pela polícia em diferentes regiões: Acre, Pernambuco e Paraíba.

Após cumprimentos dos pedidos de prisões preventivas, os três foram recolhidos nas respectivas Comarcas, ficando à disposição da Justiça do Maranhão.

Também em apoio na cidade de Cáceres, à 225 km de Cuiabá, os policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Cáceres, cumpriram mandados de busca e apreensão domiciliar na residência de familiares da suspeita Gabriella, a qual já residiu certo tempo no local. Bem como foram tomados depoimentos de outras possíveis pessoas envolvidas no caso.

As diligências investigativas continuam com o objetivo de identificar e prender outros participantes do crime.

 

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




Últimas Notícias