Domingo, 21 de Julho de 2019, 08h:00

Tamanho do texto A - A+

Irmãos assassinados no Pedra 90 respondiam por crimes de roubo, tráfico e porte ilegal de arma

Por: LUIS VINICIUS

Os irmãos Deyvid Magalhães Ferreira, 24 anos, e Thiago Magalhães Ferreira, 23 anos, que foram assassinados na noite de quinta-feira (18), em Cuiabá, possuíam uma vasta ficha criminal. De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), as vítimas tinham passagens criminais por crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Mayke Toscano/Hipernoticias

f?rum de cuiab?/cuiab?


As vítimas respondiam por roubo que teriam cometido juntos no dia 23 de setembro de 2015. De acordo com o Ministério Público, os irmãos, na companhia de outro acusado, invadiram uma residência na região do Cinturão Verde, na Capital, e armados roubaram uma televisão de 42 polegadas, uma máquina de lavar, quatro aparelhos celular, um som automotivo e uma caixa de som amplificadora.

Segundo a denúncia, os irmãos teriam amarrados três vítimas e as trancado no banheiro. Em seguida, Deyvid, Thiago e outro comparsa teriam queimado um dos moradores com bitucas de cigarro. Logo depois do crime, o grupo fugiu em uma VW Saveiro.  

Thiago, que era conhecido como “Perninha”, também respondia por um roubo cometido no bairro Tijucal, em Cuiabá, também no ano de 2015. Armado, o acusado agindo com mais um comparsa não identificado, roubou um celular Iphone e um Corsa Sedan. O crime aconteceu no dia 18 de novembro de 2015.

Por fim, Thiago também era suspeito de tráfico de drogas e associação ao tráfico no dia 11 de abril, no bairro Pedra 90. O suspeito foi solto na audiência de custódia.

Já Deyvid, além de ser suspeito de praticar roubo com o irmão, respondia pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Ele ficou preso por quatro meses e nove dias.

O duplo homicídio

Alan Cosme/HiperNoticias

Pesos em sao paulo/dhpp

 O duplo homicídio está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)

Os irmãos foram assassinados no bairro Pedra 90 na noite de quinta-feira. O crime teria sido cometido por um homem que estava em um veículo Honda Civic. O assassino, não identificado, se aproximou de uma das vítimas, que estava em frente a sua residência, e atirou diversas vezes.

Em seguida, o atirador foi em outra rua e baleou a outra vítima. Logo depois dos crimes, o assassino fugiu.

Ao verem os irmãos baleados, familiares socorreram as vítimas e as encaminharam à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Pascoal Ramos. No entanto, Thiago e David nao resistiram aos ferimentos e morreram pouco tempo depois de dar entrada na unidade de saúde.

A Polícia Militar informou que durante o atendimento familiares das vítimas invadiram o local e ameaçaram a equipe médica. No entanto, não há relatos de feridos.

Os casos serão investigados pelo delegado Marcel Gomes de Oliveira, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Leia mais

 

Irmãos são assassinados no Pedra 90; familiares ameaçam equipe médica na UPA

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei







Mais Comentadas