Domingo, 13 de Outubro de 2019, 15h:00

Tamanho do texto A - A+

Equipe “Saúde com Alegria” leva diversão aos pacientes

Por: DA REDAÇÃO

Os profissionais da saúde que trabalham no Hospital Regional de Colíder anteciparam o Dia das Crianças, que é celebrado neste sábado, 12 de outubro, e levaram durante a semana brinquedos e muita diversão para as crianças internadas na unidade hospitalar.

colider.jpg

 

Diretora geral do hospital, a enfermeira Mirian Alves Moreira destaca que ações voluntárias contribuem para amenizar o sofrimento dos pacientes internados e suaviza o ambiente hospitalar, influenciando positivamente na recuperação. “Os servidores que participaram da ação distribuíram alegria e colheram sorrisos.”

As atividades festivas foram coordenadas pela fisioterapeuta Juliana Bonetti e pela médica Cristiani Lira, com o apoio dos integrantes da “Liga contra a Injustiça”, formada pelas médicas Deborah Mazei e Luciney Rodrigues dos Santos, intérpretes das personagens Peteka e Pituka.

As profissionais, chamadas de doutoras palhaças, integram o projeto “Saúde com Alegria”, que ainda conta com os servidores Ronaldo Adriano da Silva, também conhecido como o “Superman”, Cleyton André Tavares, que interpreta o Batman, e Joana Barbosa Alcará, que atua como palhaça. 

“Não foi difícil encontrar, dentre os servidores do hospital, pessoas que quisessem participar da ação. Em pouco tempo, a turma já estava composta e preparada para transformar o ambiente hospitalar. E o que era para ser uma visita apenas à ala pediátrica, estendeu-se para toda a unidade”, relata Juliana Bonetti.

As profissionais, chamadas de doutoras palhaças, integram o projeto “Saúde com Alegria”, que ainda conta com os servidores Ronaldo Adriano da Silva, também conhecido como o “Superman”, Cleyton André Tavares, que interpreta o Batman, e Joana Barbosa Alcará, que atua como palhaça. 

“Não foi difícil encontrar, dentre os servidores do hospital, pessoas que quisessem participar da ação. Em pouco tempo, a turma já estava composta e preparada para transformar o ambiente hospitalar. E o que era para ser uma visita apenas à ala pediátrica, estendeu-se para toda a unidade”, relata Juliana Bonetti.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei