Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 07h:34

Tamanho do texto A - A+

"Foram 60 anos esperando por esse filme"

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

Como pai dessa filharada, não adianta dizer que gostou de toda a turma. O diretor de "Turma da Mônica - Laços", Daniel Rezende, entregou - disse que o seu favorito é o Cascão.

Ele disse, é? Sempre quis ver meus personagens de carne e osso, mas tinha receio de que crianças não dessem conta de interpretá-los e de captar suas características e complexidades. Está certo que foi preciso um senhor diretor, como o Daniel, mas são todos maravilhosos. Agora, o Gabriel Moreira, que faz Cascão, é igualzinho como imaginei!

E o Louco?

O Louco é especial. Aparece só para o Cebolinha e tem gente que acha que ele nem existe, é só uma fantasia do Cebolinha. Rodrigo (Santoro) fez um trabalho prodigioso.

Numa cena, Cebolinha fica na encruzilhada e tem de decidir se segue a turma ou não.

Pode-se fazer uma leitura política. O Brasil está nessa encruzilhada. O ódio não vai resolver. Sem essa reconciliação, não há solução. Tenho falado com amigos e tivemos essa mesma leitura. É um filme amoroso, e isso não tem preço.

Contente?

Foram 60 anos esperando por esse filme. Agora só penso no 2, se Deus e o público quiserem.





As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

(Com Agência Estado)

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei