Quinta-Feira, 10 de Janeiro de 2019, 17h:31

Tamanho do texto A - A+

“Se greve resolver o problema, sou o primeiro a parar”, afirma Mauro a servidores

Por: LEONARDO HEITOR

“Se greve resolver o problema, sou o primeiro a parar”. Foi com esta afirmação que o governador Mauro Mendes reagiu a ameaça do Fórum Sindical de promover paralisação geral em fevereiro. O movimento sinalizado é por conta dos atrasos no pagamento do 13º relativo a novembro e dezembro, além de adiamentos salariais.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

mauro mendes

 

Uma nota publicada pelo Fórum Sindical, no início da noite de quarta-feira (9), orienta os sindicatos a manterem assembleias permanentes e não descarta uma greve geral. O governador esteve reunido com deputados,na manhã desta quinta-feira (10), para entregar projetos do Executivo e comentou a possibilidade de paralisação.

 

“Sou uma pessoa prática e só faço algo se der resultado. Não é porque sou ‘malzinho’ ou porque não quero. Não tem dinheiro para pagar. Se fizer greve resolver o problema do Estado, sou o primeiro a entrar em greve e convidar todo mundo, porque aí, dois meses depois não vamos ter nenhum em Mato Grosso. Greve não resolve o problema e irá piorar muito mais”, afirmou Mauro.

 

O governador destacou que os números do Estado são de conhecimento dos servidores públicos. Ele fez questão de destacar que o escalonamento salarial e o parcelamento do 13º eram a única possibilidade para conseguir pagar os funcionários públicos.

 

“Tenho certeza que o servidor conhece esses números. Apresentamos a eles e vamos continuar fazendo. Isso é uma administração pública e temos o dever de dar informações. Só foi feito isso porque era a única condição que tínhamos de conseguir pagar. Hoje, praticamente 80% dos servidores já receberam. Se alguém provar para mim que fazer greve ajudará a resolver os problemas, eu serei o primeiro a parar”, destacou.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 1



1 Comentários

cleber ormond - 11/01/2019

Esta na hora dos servidores publicos terem o bom senso, sabemos dos atrasaos salarial ! estao com emprego garantido nao havera demissao .O governo anterior acabou com as finanças do estado e o governador atual vai fazer oque for possivel para resolver. Greve vai prejudicar a populaçao do estado e até mesmo os funcionarios publicos com serviço essenciais . Muito bem explanado pelo Governador " Se greve resolvesse o problema eu era o primeiro a parar" Nao votei no Mauro mendes mas estou na torcida para dar certo!!!

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas



ESTÚDIO HIPER
Carlinhos Maia doa carro novo a desconhecido

Em depoimento Neymar diz que cedo ou tarde a verdade aparece

Brasileiro de 84 anos dá um show em programa americano