Quarta-Feira, 10 de Julho de 2019, 13h:57

Tamanho do texto A - A+

Crime contra servidora em VG foi encomendado por familiar da vítima, afirma delegada

Por: KHAYO RIBEIRO

A delegada titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), Elaine Fernandes, afirmou que as investigações da Polícia Civil indicam que o crime praticado contra a servidora pública Sandra Regina de Siqueira Travaina, 48 anos, foi encomendado por um familiar da vítima.

Mayke Toscano/Hipernoticias

derf/opera??o furac?o/delegada da Pol?cia Civil/Elaine Fernandes da Silva

 Delegada Elaine Fernandes

“Podem ter certeza absoluta que essa pessoa vai ser presa em um curto espaço de tempo, porque ela é tão bandida quanto os executores”, disse a delegada titular da Derf.

Na terça-feira (02), Sandra Regina foi morta em frente a sua casa em Várzea Grande durante uma ação criminosa. Na data, um trio de suspeitos esperava a vítima em frente à residência da servidora, a fim de roubar joias e dinheiro que acreditavam estar na casa.

Contudo, segundo um dos suspeitos preso, André Luiz Gomes, 20 anos, o trio teria atirado contra a vítima após se assustar com o fato de a servidora ter buzinado seu automóvel.

Além de André Luiz, o suspeito Maycon Douglas Alves dos Santos, conhecido como "Sujeirinha", se entregou à Derf na manhã desta quarta-feira (10). Um terceiro homem, Jordão Rodrigues Neto, foi detido na cidade de Cáceres por supostamente ter participado do crime. 

Ambos confessaram as participações no crime, alegando que a intenção era apenas roubar e não matar a servidora. 

Conforme a Polícia Civil, o inquérito deverá ser concluído até a próxima sexta-feira (12). O trio será indiciado por latrocínio consumado e associação criminosa, de acordo com a delegada Elaine. 

O suspeito Jordão Rodrigues Neto tem condenação por tráfico de drogas, e estava em liberdade com uso de tornozeleira, mas os policiais levantaram que ele desliga o aparelho no ato dos crimes cometidos.

Avalie esta matéria: Gostei +6 | Não gostei - 3