Terça-Feira, 25 de Junho de 2019, 16h:30

Tamanho do texto A - A+

Apenas 30% do efetivo policial estão trabalhando na tarde desta terça-feira

Por: NATHANY GOMES

GUILHERME PIRAJ?

PARALISA??O PJC


A Polícia Civil conta com apenas 30% de seu efetivo trabalhando na tarde desta terça-feira (25), em todo Estado. O motivo é a Paralisação Nacional realizada pela categoria em protesto contra o texto da reforma da previdência, proposto pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Na Capital, com este efetivo estão funcionando apenas os serviços das Centrais de Flagrantes, a 1ª Delegacia de Polícia Civil e a Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran). 

Os manifestantes estão reunidos em frente à Secretaria de Estado de Segurança Pública de MT (Sesp) e contam com o apoio de colegas das delegacias do interior do Estado, que estão concentrados em frente às delegacias regionais, em apoio ao movimento.  

Segundo a presidente do Sindicato dos Investigadores de Polícia de Mato Grosso (Sinpol), Edleuza Mesquita, a categoria não é contra a reforma da previdência e sim contra o texto publicado referente a aposentadoria dos policiais, tratando a Polícia Civil de forma diferenciada de outras entidades. 

O ato acontece somente no período vespertino, demonstrando a preocupação e interesse da categoria em debater a proposta da reforma da Previdência 

 

Credito: GILBERTO LEITE/ O ESTADO DE MT
Credito: GILBERTO LEITE/ O ESTADO DE MT
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto