Sábado, 06 de Julho de 2019, 11h:23

Tamanho do texto A - A+

Agente presa por facilitar a entrada de celulares na PCE será monitorada por tornozeleira eletrônica

Por: LUIS VINICIUS

O juiz da 12ª Vara Criminal, Flávio Miraglia Fernandes, determinou que a agente penitenciária J.O., presa suspeita de facilitar a entrada de celulares na Penitenciária Central do Estado (PCE), seja monitorada por tornozeleira eletrônica.

Alan Cosme/HiperNoticias

sistema penitenci?rio

 

A medida foi tomada depois que o magistrado converteu a prisão em flagrante da servidora em prisão domiciliar, na última quinta-feira (4), durante audiência de custódia, no Fórum de Cuiabá. O procedimento foi realizado no dia seguinte a prisão da servidora.

J.O., foi presa no fim da tarde pelos próprios colegas. A detenção foi realizada durante a tranca dos detentos do Raio 3.

No entanto, o chefe da guarda do presídio disse que a atitude da mulher foi “anormal” ao se dirigir ao banheiro, pois naquele dia não era para a suspeita acompanhar a tranca das celas.

Diante da atitude da agente, o guarda do presídio convocou uma equipe de contenção e foi realizada uma varredura no refeitório e nos banheiros.

Durante as buscas, foi localizado próximo ao vaso sanitário dois pacotes plásticos, sendo que um continha três celulares e, no outro, dois aparelhos.

Diante disso, a agente foi presa e encaminhada à delegacia para prestar depoimento ao delegado de plantão.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Leia mais

 

Agente penitenciária é presa por facilitar entrada de celulares na PCE

Avalie esta matéria: Gostei +3 | Não gostei







Mais Comentadas