Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 16h:25

Tamanho do texto A - A+

Jogo sujo

Secom-MT

Basilio Bezerra


O secretário de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Basílio Bezerra Guimarães dos Santos emitiu nota nesta sexta (19) negando que responda a qualquer processo por agressão ou espancamento de sua ex-esposa, conforme divulgado por setores da imprensa. O secretário admite que responde a um processo sob a acusação de ameaça velada. Basílio, contudo, garante que o fato não é verdadeiro e revela que já prestou todos os esclarecimentos à autoridade policial, que, inclusive, já teria dado parecer pelo arquivamento do caso. O secretário afirma ainda que o fato de sua vida privada vem sendo explorado politicamente por adversários do Governo. Veja abaixo a íntegra da nota.

 

NOTA PÚBLICA DE ESCLARECIMENTOS

O Secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra Guimarães dos Santos, vem a público esclarecer os seguintes fatos relacionados à inverídica matéria jornalística divulgada a seu respeito:

 

1. Nunca houve qualquer acusação de espancamento nem sequer de agressão, existindo apenas um boletim de ocorrência registrado por sua ex-esposa em que alega ter ocorrido ameaça velada em conversas sobre a separação do casal;

2. O Secretário de Estado já foi ouvido pela delegada do caso e apresentou documentos, tendo a Polícia Civil concluído pela inexistência de qualquer crime praticado e relatado o inquérito pelo arquivamento do caso;

3. A falsa matéria – absolutamente sensacionalista – tem por único fim manchar a imagem do Secretário de Estado, que já apresentou sua defesa à polícia, por meio de depoimento e provas documentais, o que resultou no pedido de arquivamento do inquérito policial;

4. Em razão disso, reafirma-se a retidão e integridade do Secretário Basílio Bezerra, cuja vida pessoal e profissional é pautada pela ética e moralidade de mais de uma década e meia dedicada ao serviço público, como concursado do Estado de Mato Grosso.

5. Por fim, o Secretário afirma estar indignado pela maneira como desafetos do governo do Estado estão explorando politicamente com mentiras fatos de sua vida pessoal.

6. Em razão de tudo isso, o Secretário ainda informa que tomará as medidas judiciais cabíveis.

Cuiabá-MT, 19 de julho de 2019

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



Últimas Notícias