Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019, 14h:49

Tamanho do texto A - A+

Governo Federal atrasa entrega e Secretaria de Saúde precisa racionar vacinas em Vera

Por: REDAÇÃO

Divulgação

Vacina, vacinação, criança

De acordo com o coordenador da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Vera, Geovane Ruhoff, o Ministério da Saúde vem atrasando as entregas destas vacinas desde o mês de agosto deste ano e devido a isso se fez necessária à mudança de locais das aplicações, assim como seu racionamento. A vacina BCG que era aplicada uma vez por semana nos PSFs 1 e 2, agora passam a ser disponibilizadas para a população apenas no PSF 1, de 15 em 15 dias.

A próxima data para aplicação será no dia 18 de setembro, a Secretaria deve manter os trabalhos desta forma até a regularização do estoque. Já a aplicação das vacinas DTP e Pentavalente, serão reagendadas assim que o Ministério da Saúde regularizar o abastecimento do município, que conforme as Notas Informativas de nº 32/2019 e nº 190/2019 da Secretaria de Vigilância em Saúde Nacional, tem previsão para normalizar as entregas até o mês de outubro.

O secretário de Saúde de Vera Waldir Alessandro Gabriel, reforça a necessidade e a importância de não deixar de vacinar os bebês, mesmo em meio a esta situação. “Este trabalho em relação às vacinas é preciso para que as mesmas não faltem até que o Ministério normalize o abastecimento. E muito importante que os pais e responsáveis não deixem de vacinar os nenéns. Não deixem de procurar as unidades básicas de saúde na próxima data prevista para aplicação das vacinas para que as crianças fiquem imunizadas e protegidas”, destacou Waldir.

Vale ressaltar que esta situação do atraso nas entregas das doses das vacinas é nacional. A BCG protege contra a tuberculose a primeira dose deve ser aplicada já nos primeiros dias de vida do bebê. A Pentavalente é aplicada a partir dos dois meses de idade da criança e confere proteção contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e hemófilo B. E a DTP, que serve também como um reforço da pentavalente, protege contra difteria, tétano e coqueluche.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei