Terça-Feira, 16 de Julho de 2019, 18h:07

Tamanho do texto A - A+

Após quase sete horas sem energia, UFMT tem serviço restabelecido pela Energisa

Por: KHAYO RIBEIRO

Após ficar quase sete horas sem energia, a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) teve o fornecimento do serviço de energia elétrica restabelecido pela concessionária Energisa, no final da tarde desta terça-feira (16).

Divulga??o

UFMT entrada campus Cuiab?

 

A energia elétrica foi suspensa por volta das 10h40, sendo retornado às 17h30. O corte do serviço se deu por conta do atraso no pagamento de seis contas atrasadas, as quais quatro eram do ano de 2018 e duas de 2019.

Pela manhã, quando a distribuição elétrica foi interrompida, a UFMT afirmou que seriam realizadas novas negociações com a Energia, a fim de que a energia fosse restabelecida.

“A Universidade Federal de Mato Grosso confirma que houve o corte de energia na manhã desta terça-feira (16) e que segue em negociações com a Energisa para o restabelecimento de energia. No total, estão em abertas seis contas, sendo quatro de 2018 e duas de 2019. A UFMT realizará uma reunião no período da tarde e oportunamente se manifestará sobre seus resultados”, pontuou a comunicação. 

Repasse de recursos

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou ter repassado R$ 4,5 milhões à reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Myrian Serra, para que fossem regularizados os débitos da instituição junto à concessionária Energisa.

Abraham Weintraub apontou que se reuniu com Myrian Serra na última quinta-feira (11), ocasião em que teria autorizado o valor de R$ 4,5 milhões para a quitação da dívida de R$ 1,8 milhão da universidade.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei