Sábado, 09 de Junho de 2018, 08h:23

Tamanho do texto A - A+

‘Acrimat em Ação 2018’ registra a participação de mais de cinco mil produtores

Por: REDAÇÃO

Com auditório lotado, o “Acrimat em Ação” encerrou a temporada de 2018 em Rondonópolis totalizando mais de cinco mil participantes em todas as regiões de Mato Grosso. O maior evento itinerante da pecuária de corte fez a última apresentação nessa quinta-feira (07) para mais de 500 produtores e profissionais da região sul mato-grossense. Há oito anos, a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) percorre o estado para levar informações técnicas aos produtores e coletar dados e as demandas da pecuária de corte.

 

Assessoria

Acrimat

 

Este ano, com o tema “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte”, o projeto levou aos produtores informações sobre como é possível investir em todas as etapas produtivas para atingir o principal resultado, produzir carne de qualidade. Foram quatro meses visitando 33 municípios e mais de 12 mil quilômetros percorridos.

 

O presidente da Acrimat, Marco Tulio Duarte Soares, explica que este é um dos principais projetos para o fortalecimento e desenvolvimento da pecuária de corte. “Encerramos o ‘Acrimat em Ação 2018’ cumprindo todas as metas que foram colocadas. Com apoio dos parceiros, conseguimos conversar com mais de cinco mil produtores sobre as principais questões que envolvem o setor. Um grande desafio superado ano após ano para chegar até aonde o pecuarista está”.

 

O “Acrimat em Ação 2018” apresentou a palestra de Marco Tulio Habib Silva, engenheiro agrônomo e diretor da ScotM Consultoria. O palestrante destacou a importância do projeto tanto para os produtores, quanto para os realizadores, que podem conhecer de perto a realidade da pecuária.

 

“Mato Grosso é um estado muito grande e com diferentes modelos produtivos. Com o ‘Acrimat em Ação’ é possível levar informações a regiões de difícil acesso e a produtores de diferentes perfis para que possam melhorar seus negócios. É uma experiência de troca de conhecimento”, afirmou Habib Silva.

 

Esta troca de informação entre produtores, entidades e empresas é fundamental para direcionar os trabalhos da Acrimat. O superintendente do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), Daniel Latorraca, destacou esse trabalho realizado em parceria para o desenvolvimento de ações.

 

“O Imea participa desde a primeira edição e o ‘Acrimat em Ação’ é uma prioridade para porque nos permite saber como nossas informações chegam aos pecuaristas e quais as perspectivas e demandas deles. Além disso, o Acrimat em Ação não acaba depois do último evento, o projeto continua dentro do Imea com a tabulação das informações coletadas para que a Acrimat direcione suas ações para atender as demandas e melhorar o mercado da carne”.

 

Neste processo de intercâmbio de informações, o representante regional da Acrimat em Rondonópolis, Marcelo Vendrame, ressalta ainda o compartilhamento experiências entre os produtores de diferentes regiões do Estado.  “A troca de informações entre as regiões visitadas pelo ‘Acrimat em Ação’ é muito importante para conhecer a realidade de outros produtores. Assim conseguimos ter um conhecimento maior sobre atividade em todo o estado e direcionar nosso trabalho”.

 

Continuidade

Os próximos passos são a compilação dos dados coletados, formulação dos relatórios finais e a partir disso o planejamento dos trabalhos para atender as demandas identificadas. O diretor-executivo da Acrimat, Luciano Vacari, explica que mais do que as pesquisas, o contato com os pecuaristas é a base para que a entidade desenvolva ações que representam o setor.

 

“São quase 300 eventos realizados nos últimos oito anos e que permitiram que a Acrimat se consolidasse como a entidade representante da pecuária de corte mato-grossense e uma das principais porta-vozes da atividade no país. Com o ‘Acrimat em Ação’, o pecuarista tem acesso às tecnologias, ferramentas de gestão e informações para melhorar o negócio, ao mesmo tempo em que pode falar sobre suas demandas”.

 

Para o diretor-técnico da Acrimat, Francisco Manzi, o “Acrimat em Ação” é um exemplo de que o produtor está em busca de conhecimento e atualização e a Acrimat busca atender este anseio. “Já falamos sobre boas práticas, intensificação, gestão e este ano trouxemos esta palestra sobre como produzir para atender as demandas dos consumidores. São formas de apoiar o produtor na busca pela excelência”.

 

Parcerias

Para chegar até os produtores, com um produto de qualidade e informações relevantes, a Acrimat conta com o apoio de empresas e entidades que acreditam que uma pecuária forte pode ter reflexos positivos para toda a sociedade. Como uma das principais atividades do estado, a produção de carne bovina movimenta a economia da maioria dos municípios.

 

Este ano, o “Acrimat em Ação” teve como Sicredi, Serviço Nacional da Aprendizagem Rural (Senar), concessionárias Trescinco e Ariel e Scot Consultoria.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto