Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 08h:37

Tamanho do texto A - A+

'Predador sexual' é preso após gravar vídeos sob saias

Por: EXTRA GLOBO

reprodução

Predador sexual


A polícia de Madri (Espanha) prendeu um homem acusado de gravar com celular sob saias e vestidos de 555 mulheres sem o consentimento delas. Os vídeos eram postados em sites pornô.

O homem foi preso em flagrante na última quarta-feira (21/8). A investigação descobriu que ele postou 283 vídeos (alguns com mais de uma vítima) em diferente sites.

Na Espanha, o "upskirting" (como é conhecido o ato de gravar debaixo da saia de mulheres sem o conhecimento delas) não é crime, contou a CNN. O homem, de nacionalidade colombiana, mas não identificado, foi preso por violar e expor a privacidade e por corrupção de menores, já que há vítimas com menos de 18 anos. Em um período de apenas cinco dias, o colombiano chegou a gravar vídeos de 29 mulheres em diversas localidades de Madri. Em alguns vídeos, o rosto das vítimas também aparece.

A Polícia Nacional afirmou que o detido, classificado como "predador sexual", agia "diariamente" e "compulsivamente".

O "upskirting" é crime em vários países, como Inglaterra, Escócia, Gales e Cingapura. Na Coreia do Sul, onde também foi criminalizado, o "upskirting" provocou até uma grande passeata de mulheres em Seul, a capital.

Assista abaixo à prisão do colombiano:

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei