Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h:03

Tamanho do texto A - A+

Irmão se mata por suicídio da irmã:não suportava ficar sem ela

A família falou sobre sua devastação depois de perder dois de seus filhos por suicídio

Por: METRO

Reprodução

Dyllon Beadle, 21, foi encontrado morto em sua casa em Manchester, dois meses antes do aniversário do suicídio de sua irmã mais nova, Quinn, em dezembro. Sua mãe, Tracey, disse: 'Nosso lindo filho Dyllon decidiu que este mundo era cruel demais para ele. - Ele tomou a terrível decisão de tirar a própria vida, assim como sua irmã Quinn em dezembro. Ele foi assombrado pela morte dela e não poderia viver sem ela. Eles estão juntos novamente e isso é um pouco de conforto.

Acho que sempre soube que Dyllon faria isso porque sabia que ele não suportaria ficar sem ela, mas esperava que ele pudesse aguentar mais um pouco. Este mundo é um lugar mais sombrio sem eles. Nossos corações estão partidos.

 

Quinn tinha 17 anos quando foi encontrada enforcada em 9 de dezembro e a morte atingiu fortemente a família. Dyllon suspendeu seus estudos por um ano e aceitou um emprego em um bar de cocktails, de acordo com o Mirror.

Na véspera de sua morte, sua família criou uma instituição de caridade chamada Quinn's Retreat , criada em nome de sua irmã e dando trégua às famílias de vítimas de suicídio. Houve um evento de arrecadação de fundos no qual ele era a vida e a alma da festa, comprando jagerbombs para todos - incluindo três para a avó.

Mamãe Tracey disse que estava dançando no palco e não havia indicação de que algo estivesse errado. Na noite anterior à sua morte, ele estava com colegas de casa e mandou uma mensagem para sua mãe pedindo uma cópia de Watership Down, mas ela não a recebeu até a manhã seguinte. A essa altura, ele já havia tirado a própria vida. Tracey disse que agora espalhará a cinza de seus filhos depois do funeral de Dyllon e renomeará sua caridade para Quinn e Dyllon Retreat.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas