Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 14h:41

Tamanho do texto A - A+

Adolescente morre eletrocutado pulando muro de escola

William dos Santos Silva, de 14 anos, estavam indo jogar futebol com os amigos. Eles pulavam o muro da escola quando o jovem sofreu uma descarga elétrica.

Por: RJ1

Reprodução

Um menino de 14 anos morreu eletrocutado quando jogava futebol com amigos na quadra de uma escola municipal de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, no sábado à tarde (12).

Como normalmente acontecia, a escola estava fechada e eles pularam o muro que fica ao lado de um terreno. Quando chegou a vez de William dos Santos Silva passar, ele sofreu uma descarga elétrica.

"Ele colocou o pé e a mão entre o refletor e encostou a barriga. Quando eu subi, ele já tinha caído segurando a mão ali. Eu coloquei a mão nele e levei um choque. Nesse choque foi a hora que eu entrei em desespero. O Matheus (amigo) tinha pulado para o outro lado e puxou ele", disse um dos amigos.

Os próprios colegas pediram ajuda e levaram o jovem para a Unidade de Pronto Atendimento, mas ele não resistiu. Os amigos de William dizem que faltam opções de lazer no bairro.

"A gente teve que pular porque é o único lugar que tem para a gente jogar bola porque a outra quadra de lazer está interditada há muito tempo, há cinco anos já que não abre", disse outro amigo de William.

A quadra foi interditada com uma fita de isolamento, inclusive no poste em que os amigos de William dizem que ele sofreu a descarga elétrica.

O avô de William afirma que o neto e os amigos pularam o muro da escola, mas com consentimento do zelador. Quando foi ao local no domingo e na segunda-feira, encontrou agentes da Defesa Civil no local e falou com a direção da escola.

"A Defesa Civil falou que estava aguardando a perícia para dar o procedimento. O próprio vigia falava que quando ele não estivesse, eles poderiam pular e jogar bola porque não tinha problema", disse Ailton.

Fotos foram feitas por um morador do bairro no domingo e mostram a fiação cortada no poste da quadra.

Na manhã desta quinta-feira (17), o poste estava com fio para fora. De acordo com a família de William, na sexta-feira (11), aconteceu uma festa na quadra da escola para comemorar o Dia das Crianças e pode ter havido alteração nas instalações elétricas da quadra.

"O sonho de ver a casa pronta, ver o irmão nascer e ajudar a mãe. Ele sempre falou pra mim que ia me dar tudo devido ao futebol", disse Leila dos Santos, mãe de William.

A prefeitura de Nova Iguaçu lamentou a morte do jovem e disse que a escola estava fechada quando tudo aconteceu. Afirmou que a diretora registrou ocorrência na delegacia, e que espera que a morte seja esclarecida.

A família ainda não registrou o caso na delegacia.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei







Mais Comentadas