Quinta-Feira, 06 de Junho de 2019, 10h:43

Tamanho do texto A - A+

Vice-governador e autoridades políticas de Mato Grosso visitam Projeto Aripuanã

Por: REDAÇÃO

Na última sexta-feira (31), o vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, acompanhado de comitiva de autoridades, conheceu as instalações da Nexa no município de Aripuanã. O grupo foi recepcionado pelo diretor de Desenvolvimento e Execução de Projetos, Valdecir Botassini; Marcelo Costa, gerente geral do Projeto e demais colaboradores da empresa. A iniciativa faz parte do Programa de Visitas Guiadas ao Projeto Aripuanã, que está em fase de detalhamento e integra o Programa de Comunicação Social, previsto no Plano de Controle Ambiental (PCA) do empreendimento. Também acompanharam a ação o deputado federal Juarez Costa, o prefeito de Aripuanã, Jonas Rodrigues, o prefeito de Juína, Altir Peruzo e representantes da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Reprodução

Projeto Aripuan?/Extra??o de zinco, cobre e chumbo

Foram apresentadas aos visitantes as futuras instalações da área administrativa, planta de beneficiamento, depósitos de rejeitos, que serão armazenados a seco, e demais estruturas. Além disso, receberam informações sobre produtividade e logística e, ao final do trajeto, puderam conhecer os túneis que dão acesso as minas subterrâneas.

O objetivo do Programa de Visitas é permitir que a comunidade acompanhe as obras do Projeto, além de esclarecer eventuais dúvidas sobre o empreendimento polimetálico da Nexa em Aripuanã. “Nossa função é detalhar os nossos processos operacionais, aos quais foram incorporados o que há de mais moderno em tecnologia e excelência operacional, além da visão de sustentabilidade.”, declarou Valdecir Botassini, diretor de Desenvolvimento e Execução de Projetos da Nexa.

De acordo com o gerente geral do Projeto Aripuanã, Marcelo Costa, a Nexa estará de portas abertas para que as pessoas conheçam toda a estrutura empregada na fase de implantação. “Queremos fortalecer o elo de confiança com a comunidade”, ressalta.

Para o vice-governador, Otaviano Pivetta, os investimentos da Nexa irão promover um novo ciclo na região Noroeste de Mato Grosso. “Trata-se de uma região que estava estagnada, porém, já consigo sentir aqui uma transformação da economia local. Outro fator positivo é a diversificação econômica promovida pela chegada de novos setores econômicos. Não tenho dúvidas que se trata de um importante momento da economia de Mato Grosso”, destacou.

Já o prefeito de Aripuanã, Jonas Rodrigues, contou que o empreendimento da Nexa tem atraído novos investimentos para a região. Segundo ele, há uma forte demanda pelo desenvolvimento das condições logísticas locais, o que trará impactos favoráveis para o escoamento da produção de atuais e futuros produtores da região. “É um investimento de grande aporte financeiro, com excelência em boas práticas de manejo e sustentabilidade. Estamos felizes com a implantação do projeto e aqui poder participar dessa iniciativa a fim de tirar as nossas dúvidas”, disse o gestor.

Sobre o Projeto Aripuanã

A Nexa obteve, em dezembro de 2018, a Licença de Instalação (LI), concedida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso (Sema-MT), para o Projeto Aripuanã, que prevê investimentos de US$ 392 milhões de dólares para a planta industrial de extração e beneficiamento de concentrados de zinco, cobre e chumbo, no município de Aripuanã, localizado ao Noroeste de Mato Grosso. O início da operação está previsto para 2021. Para saber mais sobre projeto, acesse:www.projetoaripuana.com.br.

Sobre a Nexa

A Nexa Resources é uma produtora de zinco com mais de 60 anos de experiência no desenvolvimento e operação de ativos de mineração e metalurgia na América Latina. A empresa possui cinco minas subterrâneas, três localizadas nos Andes centrais do Peru e duas localizadas no estado de Minas Gerais no Brasil.  Duas das minas da Companhia, Cerro Lindo, no Peru, e Vazante, no Brasil, estão entre as 12 maiores minas de zinco do mundo. Para mais detalhes, acesse www.nexaresources.com.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas