Domingo, 06 de Janeiro de 2019, 14h:00

Tamanho do texto A - A+

Secretário de Taques elogia substitutos e revela mudança para Singapura

Por: LEONARDO HEITOR

O ex-secretário de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo Duarte, revelou que está de mudança para Singapura. Um dos poucos integrantes do staff que permaneceu durante os quatro anos de gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB), afirmou que atuará no ramo de comércio exterior no país asiático.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

marcelo duarte

 

“Vou passar um período fora, no exterior. Tive umas propostas e saio agora de férias, para os Estados Unidos e, na volta, me mudo. Vou trabalhar com comércio exterior, em um trabalho bem legal, que tem tudo a ver com Mato Grosso e infraestrutura. Irei para Singapura”, afirmou.

 

Cotado para concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados nas últimas eleições, Marcelo Duarte abriu mão de disputar o cargo e contou que não sabe se voltará a atuar na política. Ele afirmou que para tal, deveria enfrentar desafios que não saberia se seria capaz de assumir.

 

“Não sei se volto para a política, mas estou feliz com a maneira que as coisas terminaram. Na política, a pessoa precisa estar preparada para tudo e eu não estava. Não está nos meus planos, atualmente. Não é algo para se ter como meio de vida”, destacou.

 

Marcelo Duarte também comentou sobre seu substituto, Marcelo Oliveira, conhecido como Marcelo Padeiro, e o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT). Os dois assumiram a pasta nomeados pelo governador Mauro Mendes (DEM) e foram elogiados pelo agora ex-gestor da Sinfra.

 

“É o momento deles e temos que respeitar e torcer muito. Fiz de tudo para termos uma transição mais tranquila possível. Gosto dos dois e os conheço bem. As declarações que eles têm dado à imprensa sobre a Sinfra tem sido positivas e acho isso muito bacana. Mato Grosso é quem ganha com isso”, disse.

Avalie esta matéria: Gostei +6 | Não gostei - 1



2 Comentários

José - 09/01/2019

Antes de viajar tem de explicar os desvios e fraudes do desgoverno taques da transformação em caos e roubalheira, dando explicações sobre como vamos recuperar as fraudes referente a caravana da transformação, a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

pedro paulo - 07/01/2019

Já tá com medo da cadeia!!

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas



ESTÚDIO HIPER
Carlinhos Maia doa carro novo a desconhecido

Em depoimento Neymar diz que cedo ou tarde a verdade aparece

Brasileiro de 84 anos dá um show em programa americano