Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h:36

Tamanho do texto A - A+

Mato Grosso fica na 24ª posição no Ranking de Competitividade

Por: REDAÇÃO

Ações realizada pela atual gestão do Estado de Mato Grosso, não foram computadas pelo Centro de Liderança Pública, responsável pelo Ranking de Competitividade dos Estados Brasileiros de 2019. Os dados ficais utilizados foram do ano de 2018, que deixou MT em 24ª posição, no que diz respeito à solidez fiscal.

Assessoria

Governo MT

Na edição de 2019, foi alterada a forma de computar os dados. Foram acrescentados três novos indicadores, além dos seis já existentes, sendo eles: gasto com pessoal, índice de liquidez e poupança corrente.

Esses dois últimos indicadores são métricos presentes no atual CAPAG (Capacidade de Pagamento dos Entres Subnacionais), critério usado pela Secretaria do Tesouro Nacional para avaliação fiscal e financeira dos Estados e municípios, que querem contrair novos empréstimos com garantia da União. 

A nota da capacidade de pagamento do Estado é 'C', ou seja, Mato Grosso não teria capacidade suficiente para pagar empréstimos. Essa nota também foi concedida tendo como avaliação o ano de 2018.

Para reverter essa situação de 2018, apontada tanto no Ranking de Competitividade, como na própria CAPAG, no início da atual gestão, em janeiro de 2019, já foram adotadas medidas necessárias para reduzir o custo da máquina pública, melhorar a arrecadação e diminuir o crescimento da folha de pagamento. Além disso, o Governo também reinstituiu os incentivos fiscais reduzindo os benefícios e dando transparência.

Os efeitos dessas medidas já começam a ser refletidos nas contas públicas do Estado e já foram destacados, inclusive, pelas equipes da Secretaria do Tesouro Nacional e do Banco Mundial. Mesmo com a nota C da Capag, o Governo conseguiu empréstimo de U$S 250 milhões, junto ao Banco Mundial.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas