Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 18h:18

Tamanho do texto A - A+

LOA prevê deficit de R$ 1,68 bi para 2019; Poderes receberão R$ 2,9 bi

Por: LEONARDO HEITOR

A Lei Orçamentária Anual (LOA) prevê um déficit de R$ 1,68 bilhão no orçamento estimado para 2019. O documento foi entregue esta semana aos deputados estaduais na Assembleia Legislativa (ALMT), pela equipe do governador Mauro Mendes (DEM).

 

Alan Cosme/HiperNoticias

mauro mendes

 

A receita total é estimada em R$ 19.220.615.189,00. Neste montante estão incluídos os recursos próprios das autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. A despesa total ficou fixada em R$ 20.906.516.346,00, sendo pouco mais de R$ 14 milhões no orçamento fiscal e R$ 6,8 bilhões no de Seguridade Social.

 

A renúncia fiscal estimada para o exercício de 2019 totaliza R$ 3.438.081.622,56. Deste montante, R$ 2,2 bilhões são referentes a programas que preveem a isenção tributária, como o Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic).

 

No total, os Poderes receberão à título de duodécimos um montante de R$ 2.926.732.985. O Judiciário ficará com a maior fatia, com pouco mais de R$ 1,4 bilhão. Em seguida aparece a ALMT com R$ 500 milhões, o Ministério Público Estadual receberá R$ 457 milhões, o Tribunal de Contas do Estado terá R$ 344 milhões e a Defensoria Pública ficará com R$ 138 milhões.

 

A Lei Orçamentária Anual passará por audiências públicas, antes de ser votada pelos deputados no Plenário da Casa. 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



1 Comentários

Jose - 15/01/2019

QUANDO VAMOS INVESTIGAR OS R$20 BILHÕES EM FRAUDES DO GOVERNO TAQUES? Não se pode esquecer de apurar e recuperar todos os desvios e fraudes do desgoverno pedro taques da transformação do estado em caos e roubalheira, os quais juntos já SOMAM $20 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos $20 bilhões: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas