Terça-Feira, 01 de Outubro de 2019, 16h:26

Tamanho do texto A - A+

Garcia: "Gestão se faz com menos conversa fiada e mais ações concretas"

Por: PAULO COELHO

Os constantes elogios do senador Jayme Campos e do ex-governador Júlio Campos, ambos do DEM, ao prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, têm obrigado o grupo político do governador Mauro Mendes, principal liderança do DEM de Mato Grosso, a mudar a estratégia diante do cenário cada vez mais conformista em relação ao projeto de reeleição do prefeito da Capital.

Montagem/ HNT

emanuel e fabio garcia

Fábio: mais presença nas agendas do governador, de olho em 2020

Fábio Garcia, presidente  do DEM de Mato Grosso, e que atualmente é suplente de senador, passou a frequentar os importantes eventos da agenda oficial do governador, como a reinauguração do ginásio poliesportivo Fiotão, em Várzea Grande, na semana passada e no lançamento da campanha “Outubro Rosa”, nessa segunda-feira (30).

Além disso, Garcia voltou a ter Cuiabá como base, já que vinha passando a maior parte do tempo em Rondonópolis, gerindo negócios familiares.

“Eu, particularmente, descarto qualquer hipótese de aliança entre o Democratas e o Emanuel Pinheiro. Essa é minha posição cristalina desde o início e acredito que também seja a da Executiva de Cuiabá”, declarou

Questionado sobre a “simpatia” e  os elogios que os Campos têm feito a Pinheiro e a defesa deles a uma possível aliança com o projeto do prefeito, Fábio enfatizou:

“Sobre a gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, temos visões absolutamente distintas. Eu não acredito que ele faz uma boa gestão. Uma boa gestão se faz com menos conversa fiada e mais ações concretas, estruturantes para Cuiabá e eu não consigo enxergar isso nessa administração”, reforçou Garcia.

O grupo político do governador já está precavido. Caso haja um racha, ou seja, a decisão tenha que ser definida no voto internamente no DEM municipal, a atual formação da executiva da sigla tem oito dos 15 votos possíveis e, com isso, evitaria a composição DEM/MDB.

Os nomes mais cotados para encabeçar uma possível candidatura a prefeito, nesse grupo do governador, são: Fábio Garcia, Gilberto Figueiredo (secretário de Saúde de Mato Grosso) e Mauro Carvalho ( chefe da Casa Civil), este última ainda não é filiado  ao DEM.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1



2 Comentários

zé do porto - 02/10/2019

Interessante as frases do Fábio Garcia, ele só esquece na época do Mauro Mendes prefeito, na verdade quem foi o grande prefeito de Cuiabá chama-se Silval Barbosa, pois as obras feita em Cuiabá, na época do Mauro Mendes fora realizada pelo governo de Mato Grosso, ou não lembram disso. é triste falar que foi o Silva, mais é a realidade, e se preciso for posso enumera-la.

betocorrea - 02/10/2019

kkkkkkkk esse e comedia mesmo,nao fez nada na camara federal e se acha de falardo nosso preeito Emanuel ,prefito que esta mudando cuiaba pra melhor,com pracas,pontos de onibus,saude,educação,,slario em dia,servidores contente,obras pra toda cuiaba,e ainda tem uma primeira dama de gestao de qualidade e comprometimentos com o povo,agora a esposa dele era fanasma,sua familia tem obras sem qualidade e sem contar com o MM que fes gestao de obras inacabadas.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA