Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 16h:16

Tamanho do texto A - A+

Emanuel extingue cargos do gabinete do vice-prefeito Niuan

Reforma administrativa que o prefeito enviou à Câmara, deixa a estrutura da vice-prefeitura sem previsão orçamentária. "Isso é retaliação", diz vice

Por: PAULO COELHO

Alan Cosme/HiperNoticias

niuan ribeiro

 Niuan: "Não sou eu que deve explicações à população"

 

Os cargos existentes atualmente na vice-prefeitura de Cuiabá serão extintos, conforme prevê proposta de reforma administrativa que o  prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) encaminhou à Câmara de Vereadores.

A mensagem do Executivo não trata especificamente dos cargos da  estrutura administrativa, comandada pelo vice-prefeito Niuan Ribeiro (Pode), mas exclui qualquer previsão de orçamento para 2020 à pasta.

O que Emanuel classifica como "enxugamento e otimização da máquina", o vice dele chama de "retaliação", já que o partido Podemos lançou Niaun Ribeiro recentemente como pré-candidato a prefeito da Capital.

“Isso é uma clara retaliação aos nossos posicionamentos. Eu fui contra a criação da Sec-300 [Secretaria dos 300 anos de Cuiabá]. A administração não tem sido encaminhada como nós planejamos na campanha. Ele [Emanuel]  está fazendo comigo o que faz com todo mundo”, afirmou Niuam à reportagem do HNT/HiperNoticias, acrescentando que por um lado é bom “porque eu já fico tranquilo porque cai a máscara".

Ribeiro disse ainda que, independente de cargo, tem compromisso apenas com o município de Cuiabá e a extinção da vice-prefeitura seria uma demonstração clara de que Pinheiro estaria preocupado com sua decisão de disputar a prefeitura em 2020.

“Estão querendo me abafar. Eu tenho minha linha política e não abro mão dela, independente de qualquer coisa que venha dele. Não me vendo por cargo. Não sou eu quem tem que dar explicações à população”, disparou Niuan, ainda alfinetando  o prefeito dizendo que “ o telhado dele é muito mais de vidro do que o meu”, apontou.

Niuan Ribeiro entende não precisar de cargos, à sua disposição pra trabalhar e que o prefeito e seu grupo estão contndo com o esquecimento da população quanto a alguns assuntos, como por exemplo a CPI do Paletó e a auditoria que foi criada para investigar possíveis irregularidades no âmbito da Sec-300 “ficou esquecida no tempo”.

“Essa Sec-300, todo mundo sabe pra quê que serviu. Todo mundo que aquilo ali é um cabide emprego.  E falo mais: Essa Secretaria da Mulher [ cuja proposta de criação consta da reforma administrativa do prefeito], todo mundo sabe que não tem como se desenvolver uma politica pública em curto prazo, tem que ser médio e longo prazo. Portanto isso é mais uma demagogia, um conceito populista para crir mais um cabite de emprego, pra trocar cargos por apoio”, insistiu Niaun.

HiperNoticias tentou por telefone ouvir o prefeito Emanuel Pinheiro, que não atendeu às chamadas.

Avalie esta matéria: Gostei +4 | Não gostei







Mais Comentadas