Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 08h:00

Tamanho do texto A - A+

Botelho considera retrocesso extinção de 30 municípios

Por: DA REDAÇÃO

divulgacao

eduardo botelho deputado

Botelho é presidente da Assembleia Legislativa em Mato Grosso

A proposta de fusão de municípios com baixa sustentabilidade financeira sugerida pelo Governo Federal preocupa o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM). Ele considera que a iniciativa será ruim para Mato Grosso atingido pelo menos 30 municípios.

Botelho falou com a imprensa nesta quarta-feira (06), após a sessão ordinária e alertou sobre a necessidade da criação de uma força-tarefa junto à bancada federal de Mato Grosso e de governadores para não deixar a ideia prosperar.

“Temos que mobilizar a bancada federal e conversar com governadores. Acho que isso não vai prosperar no Congresso. Tenho essa convicção pois o impacto será muito grande. Lutamos para criar esses municípios que já estão estruturados, funcionando e acabar com eles, hoje, seria um retrocesso. Acredito que o Congresso vai ter sensatez, sensibilidade e não vai aprovar isso”, afirmou o presidente.

PREVIDÊNCIA

Outra preocupação do parlamentar refere-se ao debate ampliado da Previdência dos Estados. Ressalta urgência e que já cobrou do governador Mauro Mendes (DEM), o envio dessa proposta para análise na ALMT.

Conforme Botelho, a Previdência do Estado tem déficit exponencial, que vem crescendo muito e, dentro de dois anos, deverá chegar em torno de dois bilhões de reais.

“Precisamos criar um Fethab só para cobrir o déficit. É preciso discutirmos agora a responsabilidade. Estou cobrando do governo para provocarmos essa discussão dentro da Assembleia Legislativa. Acho que é um assunto, talvez desgastante, mas importante para a economia do Estado e garantia do futuro de servidores que ingressarão no serviço público e garantia do pagamento da Previdência. É importante fazê-la com urgência. Afinal, todos os Estados já estão fazendo”, alertou Botelho.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



3 Comentários

Maria - 07/11/2019

SENHOR DEPUTADO BOTELHO, RETROCESSO É ESSAS SEQUENCIAS DE LEIS QUE FRAGILIZA A FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL E A IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS PROPOSTAS PELA MAIORIA DOS COLEGAS DEPUTADOS E RETIRANDO DO INDEA ESSA ATIVIDADE. É SEMPRE VISANDO A FLEXIBILIZAÇÃO DAS NORMAS E COM ISSO GERA À APARÊNCIA QUE ESSES DEPUTADOS MADEIREIROS TENTA, INSISTENTEMENTE E A TODO CUSTO, ENFRAQUECER O SISTEMA DE CONTROLE AMBIENTAL E DA ARRECADAÇÃO REALIZADO POR MEIO DA IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS E DESENVOLVIDA PELO INDEA A MAIS DE 40 ANOS. É POR ISSO QUE ESSA ATIVIDADE DE IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS, É RECONHECIDA EM TODO BRASIL, PRINCIPAL PELA POLÍCIA FEDERAL, E SE TORNOU UM IMPORTANTE INSTRUMENTO DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE DO TRANSPORTE DE MADEIRAS EXTRAÍDA NO TERRITÓRIO MATO-GROSSENSE....A FISCALIZAÇÃO SEMPRE INCOMODOU E INCOMODA AQUELES QUE ANDAM NA ILEGALIDADE, E AINDA MAIS, O INDEA TEM DE SER UM ÓRGÃO DO ESTADO, E NÃO DE UM GOVERNO OU DE DEPUTADOS, ISSO SE CHAMA RETROCESSO MESMO.

Nho Belo - 07/11/2019

Fácil de resolver, transforme todos os cargos políticos em funções honoríficas sem recebimento de salários ou jetons ou qualquer outro tipo de verbas indenizatórias. Mantenha o município com a menor estrutura possível, reveja salários de servidores, extingua secretárias por fim trabalhem pelos munícipes. Assim, a arrecadação passará a ser suficiente para manter os serviços essenciais.

Armindo de Figueiredo Filho - 07/11/2019

Como há muitas matérias tratando do mesmo ASSUNTO, transcrevo comentário, já publicado por esse periódico virtual>>>>>>.....Em outros periódicos virtuais dissera que isso é um "TRANSTORNO" .TRANSTORNOS????Só faltava essa!!!!! Será que este senhor não enxerga o que houve com o país??? ORA BOLAS!!!! Quatorze, Quinze anos... o país parado, PIB estacionado!!! , investimento ZERO!!! Agora... O país mudou!!!, está mudando!!!, Chega de mamarem nas tetas do GOVERNO!!! São Estatais Deficitárias, Inúmeros "Órgãos de Fachadas", apenas para servirem de "CABIDES DE EMPREGOS", e agora..., municípios que não produzem NADA !!!Vivendo sempre das Verbas repassadas pelo Governo Federal e Estados. POXA!!!Estava na hora, de ACABAR com o inchaço da Máquina Administrativa. Pois bem!!! RESULTADO>>>Quebraram o país, assaltaram as grandes estatais, criaram municípios sem condições nenhuma de auto sustentarem,apenas esperando "REPASSES GOVERNAMENTAIS, Os municípios citados no respectivo "PACOTE" foram devidamente estudados, pelo Governo Federal e com muitos critérios. E foram deparados com municípios sem serventia nenhuma!!!! . CLARO!!!CLARÍSSIMO!!!!com secretarias, vereadores, folha de Pagamento, carros, combustíveis e ainda por cima aqueles gastos/despesas com as tais das VERBAS INDENIZATÓRIAS(existentes em vários municípios por aí afora)!!!!que não trazem RETORNOS/BENEFÍCIOS para a população, pelo contrário, vem dando VEXAME ao país.Venhamos e convenhamos!!!... pensem na ECONOMIA como um TODO, que o país terá.... diminuindo tais municípios? Pensem em MACRO!!!! Que esses municípios, voltem para o lugar de onde nem teria ter saído, ou, seja, voltar a serem incorporar aos seus vizinhos, com mais autonomia. Voltem a ser DISTRITOS. Enfim o pacote(com três PECs) do governo atual, serão BENÉFICOS em sua maioria. Servirá para estimular a ECONOMIA, e que nada mais... são prioridades... e tem mais.... o pacote vai restringir a criação de NOVAS PREFEITURAS (incluso matéria) . Isso seria mais um ABUSO dos governantes, para agradar os eleitores,... de olho nas eleições futuras.... Fim de Papo .......

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas