Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 09h:01

Tamanho do texto A - A+

Sequestradores de gerente do Sicoob são mortos em troca de tiros; R$ 56 mil são recuperados

Por: LUIS VINICIUS

dinheiro recuperado.jpg


Dois homens morreram e um ficou ferido durante um confronto com policiais militares, na noite de quinta-feira (5), na zona rural da cidade de Porto dos Gaúchos (635 km de Cuiabá). Eles, são suspeitos de terem raptado a família de um gerente do banco Sicoob de Juara (640 km de Cuiabá) e roubado cerca de R$ 140. Deste montante, parte foi recuperado pela Polícia Militar.

Os militares chegaram aos criminosos após receberem uma denúncia de que os bandidos que haviam raptado três pessoas e roubado uma agência bancária, no último dia 3 de setembro, estariam escondidos em uma fazenda na zona rural de Porto dos Gaúchos.

Diante disso, policiais do 8º Comando Regional de Juína (720 km de Cuiabá) e do 21º Batalhão de Juara, incluindo alguns de folga, foram ao local e fizeram um cerco na sede da fazenda.

Ao perceberem a presença policial, os criminosos atiraram na direção dos militares que reagiram a agressão.

Na troca de tiros, três criminosos foram baleados. Após serem atingidos, eles foram encaminhados para uma unidade de saúde da cidade de Porto dos Gaúchos. No entanto, dois deles não resistiram e morreram logo em seguida.

O terceiro criminoso está internado. O estado de saúde e o nome do homem não foi revelado pelo hospital.

Com eles, os policiais encontraram duas armas, de calibre não revelado, e recuperado cerca de R$ 56 mil. Um dos suspeitos conseguir fugir e até a publicação da matéria, ele não havia sido localizado.

Os corpos dos criminosos mortos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para serem realizados exames de necropsia e identificação.

“Gostaria de deixar claro que a sociedade pode contar sempre com trabalho, dedicação e profissionalismo dos policiais militares do 8º Comando Regional, que não medem esforços para servir e proteger seus cidadãos. A reposta foi dada, suspeitos neutralizados, parte do valor recuperado, vítimas libertadas e nenhum policial ferido. Estamos satisfeitos com o resultado”, disse o coordenador das ações, tenente coronel Wendel Soares Sodré, que contou com o apoio do tenente coronel Fernando Shultz Galvão.

Avalie esta matéria: Gostei +4 | Não gostei