Segunda-Feira, 03 de Junho de 2019, 10h:25

Tamanho do texto A - A+

Polícia prende diretores de sindicato por perturbação ao sossego em Cuiabá

Por: EDUARDA OLIVEIRA

Na noite deste Domingo (2), ao atender a uma ocorrência de perturbação ao sossego, a Polícia Militar deteve cinco suspeitos por desacato a autoridade, dentre eles, dois diretores do Sindicato dos Servidores da Empresa de Correios e Telégrafos (Sintect). Por volta das 22h46, os policiais foram acionados por moradores, que reclamavam do barulho que acontecia em uma festa realizada no Sintect, localizado na Rua Generoso Ponce, Centro norte de Cuiabá. 

Reprodução

Print chamada policia militar sintect

De acordo com moradores, a festa teve inicio por volta das 17h. Desde esse horário, o som seguiu alto, perturbando a tranquilidade da vizinhança. Por esse motivo, os moradores decidiram chamar a polícia. Ao perceberem que a denuncia partia de pessoas que moravam por perto, os suspeitos começaram a ameaçar em voz alta todos os que estavam incomodados.

De acordo com os policiais, três pedidos foram feitos por parte dos moradores. No primeiro atendimento, os policiais pediram que o volume do som fosse diminuído, mas foi só a viatura sair do local, que o som foi novamente aumentado.

Diante disso, mas uma segunda queixa foi registrada, e ao retornar a local foi constatado que o incômodo não foi solucionado. Após a ligação de outra vítima, três viaturas foram até ao local. Ao pedirem o desligamento do som, os policiais foram recebidos pelos suspeitos com ofensas e insultos.  

Como ficou clara a situação de desobediência, os militares invadiram o local e deram voz de prisão aos envolvidos, que novamente reagiram com ofensas e agressão. Para conter os envolvidos, os poiciais utilizaram força física, Spray de pimenta e foi feito um disparo de alerta para conter a situação.

Foram detidos pela polícia o presidente do Sintect, E.S.L., 34 anos, o diretor E.N.S, 41 anos, e mais três pessoas. A Polícia Civil vai investigar o caso. 

 

 

 

Veja vídeos:

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas