Sábado, 20 de Abril de 2019, 08h:00

Tamanho do texto A - A+

Pai dava comprimidos abortivos à filha depois de estupros

Por: LUIS VINICIUS

Investigações da Polícia Civil apontam que Cleiton da Paixão Guimarães, 39 anos, preso por estuprar e engravidar a sua filha de 11 anos, ordenava que a menina tomasse remédios e chás aparentemente abortivos depois dos abusos. A informação foi confirmada por um policial ao HiperNotícias.

cleiton.jpg

 

O agente explicou que esses “remédios” dados pelo homem podem ser a causa do aborto que a vítima sofreu na quarta-feira (17). Em um primeiro momento, foi divulgado que a criança havia sofrido um aborto espontâneo, porém diante dessa nova informação, Cleiton pode ser responsabilizado pela retirada forçada do feto.

Cleiton confessou aos policiais que cometeu o crime. O suspeito disse aos policiais que, após o aborto da menina, jogou o feto fora. Em seguida, por não se sentir bem, a menor foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pascoal Ramos, na Capital, para receber atendimento médico.

Na unidade de saúde, os médicos desconfiaram que a menina havia sido estuprada e acionaram a Polícia Militar. Após a denúncia, os agentes foram até a residência de Cleiton no bairro Itapajé e o prenderam. Já o estado de saúde da vítima não foi informado pela Polícia Militar.

 

Leia mais

Pai é preso por estuprar e engravidar filha de 11 anos em Cuiabá

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1







Mais Comentadas



ESTÚDIO HIPER
INFORME PUBLICITÁRIO - Combate as Infecções Sexualmente Transmissíveis

16º FESTIVAL DAS FLORES CUIABÁ 2019

INFORME PUBLICITÁRIO - GOV Conscientização no Trânsito