Quinta-Feira, 19 de Abril de 2018, 16h:11

Tamanho do texto A - A+

Mulher é indiciada pelos assassinatos de marido e amante

Por: LUIS VINICIUS

A maquiadora Cléia Rosa dos Santos, de 34 anos, foi indiciada pela Polícia Civil pelos assassinatos do marido e do amante dela e pela ocultação do cadáver de uma das vítimas. O crime aconteceu na cidade de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) e a suspeita confessou os crimes à polícia.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia civil/a noite

 

De acordo com a Polícia Civil, o marido da maquiadora, Jandirlei Alves Bueno, de 39 anos, foi morto a facadas em outubro de 2016. Cléia teria pedido ao amante, Adriano Gino, de 29 anos, que o matasse. Para isso, eles simularam um latrocínio. Jandirlei chegou a ser socorrido e encaminhado ao hospital, mas morreu dois meses depois.

 

Já em dezembro do ano passado, Adriano foi morto a golpes de enxada. O corpo de Adriano foi enterrado em uma região afastada da cidade e encontrado três meses após o crime. Cleia teria dopado o amante até que os executores chegassem no local. Adriano foi morto com golpes de enxada e a polícia acredita que ele tenha ameaçado a maquiadora.

 

De acordo com informações divulgadas pelo G1, além dela, também foram indiciados os dois irmãos dela que foram contratados por ela para matar o amante dela.

 

Os suspeitos José Graciliano dos Santos, de 30 anos, e Adriano dos Santos, de 20 anos, confessaram que teriam sido contratados por Cléia para cometer o crime. Os irmãos disseram que José assumiu a autoria do assassinato e o outro teria ajudado a enterrar o corpo e a motocicleta da vítima.

 

Diante disso, na quarta-feira (19), o delegado Ugo Reck indiciou o trio pelo crime contra Adriano.

 

Cleia irá responder por homicídios triplamente qualificados. No caso do marido, as qualificadoras são meio cruel, recurso que dificultou a defesa da vítima e motivo fútil.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto