Terça-Feira, 16 de Abril de 2019, 16h:22

Tamanho do texto A - A+

Menino que foi torturado pelo pai e madrasta é internado no Pronto-Socorro de Cuiabá

Por: LUIS VINICIUS

O menino K.L.N.S., 5 anos, que foi torturado e espancado pelo próprio pai e pela madrasta, foi internado na manhã desta terça-feira (16), no Pronto-Socorro de Cuiabá. Conforme informações do boletim médico, a criança apresenta complicações renais, desidratação, lesões no pênis e no joelho.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

pronto socorro de cuiaba

 Pronto-Socorro de Cuiabá (PSMC)

A vítima foi internada após o pai da criança identificado como A.M.N.S., (pai) e a madrasta, M.C.O., terem sido presos pela Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica), no fim da tarde de segunda-feira (15).

O casal é suspeito de ter espancado e torturado a criança na residência onde moram no bairro Pedra 90, em Cuiabá. Os policiais descobriram que o casal agredia constantemente o menino e o castigava colocando-o de joelho no concreto e em cima de grãos de milho e arroz. Além disso, a criança tinha queimaduras causada por bitucas de cigarro na região do joelho.

Além disso, o menino estava com o órgão genital em carne viva. Os policiais disseram que as agressões eram frequentes, sendo que o pai batia no filho com socos e madrasta usava um pedaço de pau e fivela de cinto para agredir a criança.

Entre as agressões, os suspeitos colocavam um elástico no pênis da vítima, como punição pelo fato da criança fazer as necessidades fisiológicas na calça.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

dedica

 A prisão do casal foi realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica)

Depois de denúncia do Conselho Tutelar, os policiais da Deddica foram até a residência dos suspeitos, no bairro Pedra 90, onde foi constatada a veracidade da denúncia, sendo o menino encontrado com várias lesões por todo corpo, não conseguindo nem ficar em pé.

Após a prisão dos responsáveis, o menino foi levado ao Conselho Tutelar da região. Quando os conselheiros perceberam o estado de saúde do menino o levaram ao Pronto-Socorro de Cuiabá.

O casal foi encaminhado à audiência de custódia no Fórum de Cuiabá. O caso continua sendo investigado pela Polícia Civil.

Avalie esta matéria: Gostei +16 | Não gostei - 2