Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 11h:15

Tamanho do texto A - A+

Jovem morta em acidente comprou motocicleta há pouco mais de 1 mês

Por: LUIS VINICIUS

A Atendente de uma empresa de autopeças Maria Gessicka de Queiroz, 28 anos, que morreu em um acidente na manhã desta quarta-feira (26), havia adquirido a motocicleta CB 300 há pouco mais de 30 dias. A informação foi confirmada pelo esposo da mulher, Wagner Ribeiro de Mello, ao HNT/ HiperNotícias.

maria jessicka de queiroz.jpg


Além disso, o homem relatou à reportagem que morava com a vítima na cidade de Barão de Melgaço (100 km de Cuiabá) e que se mudou para Cuiabá há 10 anos. Ele confirmou ainda que a sua esposa sempre pilotou motocicleta na cidade natal, mas acredita que ela não tenha se acostumado com o trânsito da Capital.

“Ela comprou recentemente a motocicleta, há pouco mais de 30 dias. Ela trabalhava de caixa em uma loja de autopeças, na Avenida Carmindo de Campos e estava a caminho do serviço. A minha esposa sempre andou de moto lá em Barão, mas acho que aqui na Capital ela não estava acostumada com o trânsito”, disse o marido, abalado.

Wagner disse, também, que durante esse pouco tempo que ficou com a motocicleta, Maria nunca alegou qualquer tipo de problema no veículo. “Ela nunca reclamou da moto, estava tudo certo, revisada”, concluiu o esposo.

O acidente

Maria trafegava em uma motocicleta CB 300 sentido região central. Durante o percurso, o motorista de um veículo Fiat Uno, que estava na frente da mulher, parou pouco antes da faixa de pedestres.

A mulher não percebeu que o carro havia diminuido a velocidade e bateu na roda traseira do Uno.

Com o impacto da batida, Maria Gessicka caiu e parou do lado contrário da pista. Em seguida, um veículo Chevrolet Ônix a teria atingido.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran).

 

Leia mais

 

Jovem morre ao ser atingida por carro no bairro Tijucal

 

Avalie esta matéria: Gostei +11 | Não gostei - 5







Mais Comentadas