Terça-Feira, 14 de Agosto de 2018, 09h:09

Tamanho do texto A - A+

Homem é assassinado em VG e acusado de homicídio morre em troca de tiros com a PM

Por: LUIS VINICIUS

Duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas durante troca de tiros na noite de segunda-feira (13), na região do “Zero KM”, no bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande. Dentre os atingidos está um policial militar, que foi baleado na mão.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia militar a noite

 

Conforme informações da Polícia Militar, dois homens foram até uma residência da região conhecida como “Boca do Dragão” para executarem um rapaz conhecido como “Pé de Porco” e a esposa identificada apenas como E.D.M.

 

Os criminosos foram ao local em um veículo VW Gol, invadiram a residência onde o casal morava e atiraram contra as vítimas. O homem foi baleado, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já a mulher foi ferida e encaminhada ao Pronto Socorro de Várzea Grande (PSVG) para receber atendimento médico.

 

No entanto, enquanto a dupla cometia os crimes, uma viatura da Polícia Militar do 4º Batalhão, fazia rondas pela região e escutou os tiros. Em seguida, os militares foram informados que dois homens em um veículo VW Gol tinham entrado em uma casa e tentado matar duas pessoas.

 

Os PM's solicitaram apoio de outras viaturas, mas os agentes que estavam na ocorrência conseguiram chegar até o carro dos suspeitos e emitiram diversos sinais de parada. A dupla não obedeceu a ordem e fugiu. Em seguida, eles atiraram na direção dos policiais, que revidaram a ação.

 

Porém, durante a fuga um dos pneus do carro que levava os bandidos estourou e o motorista perdeu o controle do veículo. Um dos criminosos desceu do carro e atirou na direção dos policiais. Um dos disparos atingiu o PM na mão e o dedo foi amputado. 

 

Na troca de tiros, um dos homens foi baleado. Logo depois, outra equipe viu o condutor saindo do carro apontando uma arma para os militares. Os policiais atiraram e acertaram o outro bandido.

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os responsáveis disseram que não havia macas disponíveis para o atendimento. Diante disso, o soldado da PM baleado foi levado pelos próprios companheiros até a unidade de saúde.

 

Na unidade, o agente passou por cirurgia e não corre risco de morte. Já o criminoso, Huemerson Viana dos Reis, de 26 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

O comparsa dele, Vancley dos Santos e Lima, de 18 anos, está internado. O estado de saúde dele não foi informado.

 

Diante dos fatos, os corpos dos mortos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto










ESTÚDIO HIPER
Carlinhos Maia doa carro novo a desconhecido

Em depoimento Neymar diz que cedo ou tarde a verdade aparece

Brasileiro de 84 anos dá um show em programa americano