Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2018, 09h:21

Tamanho do texto A - A+

Estudante de medicina é assassinada com 15 facadas no pescoço no Paraguai

Por: LUIS VINICIUS

A mato-grossense Erika Corte, de 29 anos, foi assassinada com aproximadamente 15 facadas, na madrugada desta segunda-feira (20), na cidade de Juan Pedro Caballero, no Paraguai. O crime teria sido cometido pelo ex-namorado da vítima que não aceitava o término do relacionamento. Ninguém foi preso até o momento.

 

Reprodução/HiperNoticias

erica corte morta no paraguai

 

A mulher nasceu na cidade de Pontal do Araguaia (525 km de Cuiabá) e é filha do ex-prefeito da cidade, Raniel Corte. Conforme a imprensa local, a vítima morava no exterior e cursava medicina.

 

Na madrugada desta segunda-feira, Erika foi encontrada com 15 facadas no pescoço e duas no peito, na casa onde morava. Amigos da estudante, que encontraram o cadáver, afirmaram que não houve luta corporal entre o suspeito e a vítima, pois no corpo da mato-grossense, não havia nenhum hematoma ou ferimentos.

 

Pessoas que viviam com a mulher no Paraguai acreditam que o crime teria sido cometido pelo ex-namorado de Erika. O assassino seria um brasileiro, que cursa ensino superior na mesma cidade que a mato-grossense. Os amigos diziam que ele não aceitava o término do relacionamento.

 

Conforme informações da Polícia local, o rosto da vítima foi encontrado coberto, fato que indica que o suspeito havia um sentimento pela vítima. No entanto, o caso será investigado.

 

Conforme informações do site Semana 7, Erika esteve há duas semanas em Barra do Garças (515 km de Cuiabá), para passar as férias e retornou ao Paraguai recentemente. O corpo será trazido para Mato Grosso e velado em Pontal do Araguaia.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto