Sábado, 18 de Maio de 2019, 10h:49

Tamanho do texto A - A+

Após 9 horas de ocorrência, policiais descobrem que bombeiro em surto não tinha arma e encerram operação

Por: FERNANDA ESCOUTO

Depois de várias horas acompanhando a situação do cabo do Corpo de Bombeiros Militar que se trancou em casa após um surto, equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) encerraram durante a noite desta sexta-feira (17), a ocorrência. A possibilidade de que ele estaria armado foi descartada.

Alan Cosme/Hnt

Bombeiro suicidio surto

 

Segundo informações da polícia, o homem foi medicado e aparentemente estaria mais calmo. A ocorrência acabou quando familiares assinaram um termo de responsabilidade, na qual eles atestavam ausência de risco.

Ocorrência

Na manhã desta sexta-feira (17), unidades policiais foram chamadas para socorrer um homem que teria se trancado em casa depois de ter um surto. 

O que preocupava as unidades do Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Força Tática, Bope e profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que estavam presentes no local, era a possibilidade do homem estar armado.

À reportagem, os vizinhos contaram que o cabo costuma sofrer "surtos" de forma constante. "Já teve vez de ele andar com arma na cintura na rua", comentou uma das vizinhas. Apesar dos relatos, a comunicação da Polícia Militar afirmou que não há nenhuma ocorrência registrada na base da polícia próxima à casa do cabo.

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




Últimas Notícias