Terça-Feira, 11 de Junho de 2019, 10h:41

Tamanho do texto A - A+

Só no papel

Marcos Lopes/HiperNotícias

Eliene Lima/deputado/CRM/debate

 Ex-deputado Eliene Lima destinou os recursos para o programa Papel Passado

 

Mato Grosso corre o risco de perder R$ 10,5 milhões de verba do Ministério das Cidades - fruto de emenda do então deputado federal Eliene Lima - do programa de regularização fundiária "Papel Passado". Os recursos foram destinados para a Secretaria de Cidades, que já licitou e contratou, em dezembro de 2018, empresa para regularizar lotes urbanos de 34 municípios, beneficiando cerca de 13 mil famílias de baixa renda. Porém, com a mudança de Governo e fusão da Secid com a Sinfra, o projeto até agora não saiu do papel.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei



Últimas Notícias