Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 16h:37

Tamanho do texto A - A+

Mistério na PCE

Imagem de Internet

Rev?trio Francisco da Costa


Se já tinha causado estranheza a prisão do diretor da PCE, Revétrio Francisco da Costa, sob a acusação de facilitação da entrada de celulares no presídio - devido a sua boa reputação no meio -, a situação agora vai exigir ainda mais atenção das autoridades policiais e judiciais. Em depoimento antes da prisão, Revétrio alega que foi enganado por policiais militares, que teriam lhe pedido a entrada do freezer nos quais estavam escondidos nada menos que 86 aparelhos de telefone celular. Jás os três policiais - todos da Rotam -, alegaram nesta quarta (19), por meio da Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso (Assof-MT), que estavam fazendo um trabalho de inteligência, inclusive, do conhecimento de seus superiores. Como diria o poeta, "há algo de podre no Reino da Dinamarca".

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



1 Comentários

Rosane - 20/06/2019

O diretor do CCC podia dar uma de Revetrio e entrar na cela tocando o terror, jogando gás, batendo. Não é assim que o louco, como é chamado, gosta de fazer?

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA