Sábado, 21 de Setembro de 2019, 15h:48

Tamanho do texto A - A+

Após 24 anos, mãe reencontra filha sequestrada por facção criminosa

Por: METRÓPOLES

Uma argentina levou 24 anos para reencontrar sua filha, sequestrada quando ainda era criança por traficantes. A menina foi tirada da mãe aos 4 anos de idade, em fevereiro de 1995, em decorrência de um acerto de contas envolvendo o avô da garota e a facção criminosa. O reencontro se deu após mobilização nas redes sociais.

Divulgação

criança raptada

 

Em fevereiro, Mariana Beatriz Aragunde postou em sua conta do Facebook imagens da criança na tentativa de, enfim, localizá-la. Na mensagem, a argentina disse que a filha se parecia muito com ela e era chamada, quando pequena, de Culi, sendo seu nome verdadeiro Maria Fernanda Aragunde. “Peço a Deus que esteja me procurando e tenha lembranças, porque é impossível que você esqueça. Você era muito atenta e com boa memória”, desabou na publicação.

As fotos rodaram o mundo até chegar na jovem que não via sua mãe desde que tinha apenas quatro anos. Ela se reconheceu nas imagens de imediato e entrou em contato com Mariana Beatriz. No entanto, as duas só foram se encontrar três meses depois da primeira troca de mensagens, em abril.

Apesar do reencontro, mãe e filha passaram a ser ameaçadas pela mesma facção responsável por separá-las. “Estou com medo. Muito. Mas o medo não vai me parar”, afirmou Mariana.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei







Mais Comentadas