Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019, 15h:13

Tamanho do texto A - A+

Juiz determina que Polícia e Politec forneçam imagens a advogado de médica

Por: REDAÇÃO

A Justiça de Mato Grosso determinou à Polícia Civil e à Perícia Oficial do Estado (Politec) que apresentem todas as fotografias e vídeos feitos em decorrência da investigação do atropelamento de Francisco Lucio Maia. A decisão, proferida pelo juiz da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, Flávio Miraglia Fernandes, atende a um pedido da defesa da médica Letícia Bortolini, envolvida no acidente.

 

verdureiro montagem.jpg

 

Conforme solicitado pelo advogado Giovane Santin, Miraglia determinou que sejam repassados, em arquivo digital, imagens e vídeos usadas no inquérito e também aquelas que não foram empregadas na investigação.  O ofício com a determinação foi expedido nesta segunda-feira (18.02). O material deverá ser analisado por um perito, contratado pela defesa, cujo ingresso na ação também foi deferido pelo magistrado.

 

A decisão de Miraglia, explica Giovane Santin, garante o direito constitucional à ampla defesa e ao contraditório para a Letícia. “Com este deferimento poderemos analisar todo o material produzido no decorrer da investigação, o que é muito importante. Agora aguardamos a entrega deste material”. 

 

O atropelamento ocorreu na noite de 14 de abril do ano passado, na avenida Miguel Sutil. Por conta do acidente, Maia acabou falecendo. Um laudo emitido pelo Instituo Médico Legal (IML), para onde a médica foi levada após o acidente, demonstra que ela não estava embriagada no momento do atropelamento. A afirmação foi feita por um perito que respondeu a cinco questões relacionadas a verificar um possível uso de bebida alcoólica.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas