Domingo, 18 de Agosto de 2019, 13h:46

Tamanho do texto A - A+

Acordo põe fim a processos que tramitavam há mais de 11 anos

Por: DA REDAÇÃO

A Comarca de Nova Mutum (distante 244 km ao norte de Cuiabá) ganhou um incremento financeiro proporcionado pelo julgamento de 16 ações, que somavam uma dívida de R$ 22 milhões. “A conclusão destes processos representa para a comarca que o produtor continue produzindo. Isso traz riquezas para o município, faz movimentar a economia da cidade. Evita que um agricultor deixe de produzir riquezas, de gerar empregos“, salientou o juiz da Primeira Vara Cássio Leite de Barros Netto.
 
mutum.jpg

 

Houve a homologação de acordos nos autos de seis ações monitórias, que tramitavam há mais de 11 anos na comarca, o que resultou na extinção de cinco Execuções, quatro Embargos à Execução e uma Ação Ordinária. Total de 16 processos, sendo sete da "Meta 2" do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que visa o julgamento de processos mais antigos.
 
“Em relação aos processos antigos temos um sentimento de dever cumprido. Isso mostra ao jurisdicionado que o Poder Judiciário funciona. Hoje temos 91% dos processos mais antigos da comarca julgados”, informou o juiz.
 
Os acordos extrajudiciais se deram graças a duas audiências de conciliação realizadas junto ao Cejusc da Comarca de Nova Mutum. Após o direcionamento do magistrado as partes resolveram acordar, colocando fim à disputa de mais de uma década.
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei