Sábado, 12 de Outubro de 2019, 23h:41

Tamanho do texto A - A+

Sob ameaça de tufão, Vettel bate recorde e fatura pole do GP do Japão

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

Após ser superada pela Mercedes nos treinos livres, a Ferrari reagiu na noite deste sábado (manhã de domingo, no horário local) e garantiu a primeira fila no grid de largada do GP do Japão de Fórmula 1. Em um Circuito de Suzuka alvo de fortes rajadas de vento, ainda sob ameaça do tufão Hagibis, o alemão Sebastian Vettel faturou a pole position, com direito ao novo recorde da tradicional pista japonesa.

O piloto da Ferrari terminou a melhor volta do fim de semana em 1min27s064. O monegasco Charles Leclerc, que vinha dominando os últimos treinos classificatórios (foram quatro poles consecutivas), ficou logo atrás do companheiro de equipe, com o tempo de 1min27s253. Os carros da Mercedes vieram na sequência, com o finlandês Valtteri Bottas (1min27s293) à frente do inglês Lewis Hamilton (1min27s302).

O treino classificatório foi disputado em meio ao tufão, que já causou duas mortes no Japão. Mas o clima ajudou os pilotos e a equipe nesta sessão, com sol e pista seca, sem qualquer chance de chuva. A expectativa é a mesma para a corrida, que será disputada logo na sequência. A corrida tem largada marcada para as 2h10 da madrugada deste domingo (horário de Brasília).

O Q1, a primeira sessão do treino classificatório, começou logo com duas bandeiras vermelhas. Robert Kubica, da Williams, e Kevin Magnussen, da Haas, rodaram na pista e bateram contra a barreira de pneus no mesmo ponto do traçado. Uma possível causa climática teria causado os dois incidentes leves: as fortes rajadas de vento em Suzuka, que superaram 35km/h.

Sem maiores problemas, Leclerc liderou a sessão, com 1min28s405, sem conseguir alcançar os melhores tempos registrados nos dois treinos livres do GP - ambos foram anotados por Bottas. O piloto da Mercedes foi justamente o mais veloz do Q2, que não contou com maiores incidentes.

O Q3, portanto, não contou com maiores surpresas, uma vez que contou com as principais equipes da competição. Depois dos carros da Ferrari e da Mercedes, vieram as Red Bull e as McLaren. O holandês Max Verstappen assegurou o quinto lugar, seguindo do tailandês Alexander Albon. O espanhol Carlos Sainz Jr e o britânico Lando Norris vieram na sequência.

Em razão das ameaças do tufão, a F-1 vive um fim de semana incomum no Japão. A organização da categoria decidiu cancelar todas as atividades deste sábado, incluindo o terceiro treino livre. Assim, a sessão classificatória foi disputada na manhã de domingo, no horário local.

Portanto, as equipes terão menos de três horas entre o fim do treino e a largada, com menor tempo para fazer ajustes e elaborar estratégias para a prova, que pode antecipar o título da Mercedes no campeonato de Construtores.


Confira abaixo o grid de largada do GP do Japão:

1.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min27S064
2.º - Charles Leclerc (MON/Ferrari), 1min27s253
3.º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), 1min27s293
4.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min27s302
5.º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min27s851
6.º - Alexander Albon (TAI/Red Bull), 1min27s851
7.º - Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren), 1min28s304
8.º - Lando Norris (ING/McLaren), 1min28s464
9.º - Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), 1min28s836
10.º - Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min29s341
------------------------------------------------------
11.º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo), 1min29s254
12.º - Lance Stroll (CAN/Racing Point), 1min29s345
13.º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo), 1min29s358
14.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso), 1min29s563
15.º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault), 1min30s112
------------------------------------------------------
16.º - Daniel Ricciardo (AUS/Renault), 1min29s822
17.º - Sergio Pérez (MEX/Racing Point), 1min30s344
18.º - George Russell (ING/Williams), 1min30s364
19.º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), sem tempo
20.º - Robert Kubica (POL/Williams), sem tempo

(Com Agência Estado)
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei