Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 10h:48

Tamanho do texto A - A+

Messi diz que cogitou deixar Barça por problema fiscal e temeu ver Neymar no Real

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

Lionel Messi considerou deixar o Barcelona depois de ser alvo das autoridades fiscais espanholas no início da década. O astro argentino disse em uma entrevista à estação de rádio catalã RAC1 que ele teve a sensação de não ser bem tratado na Espanha e não queria ficar no país depois de ser acusado de não pagar seus impostos corretamente.

"Pensei em sair", disse Messi. "Não porque eu queria sair do Barcelona, mas porque eu queria deixar a Espanha. Eu nunca tive uma proposta oficial, porque todo mundo sabia que eu queria estar no Barcelona, mas era uma situação que ia além do que eu sentia pelo clube".

Os problemas de Messi com as autoridades espanholas começaram na temporada 2013/2014 e ele acabou recebendo uma sentença de prisão suspensa de 21 meses depois de ser considerado culpado de fraudar o Fisco em 4,1 milhões de euros (aproximadamente R$ 18,4 milhões, na cotação atual). "Foi um momento muito difícil para mim e para minha família", disse. "Muitas pessoas não sabiam exatamente o que estava acontecendo."

Messi avaliou sentir que foi usado como exemplo pelas autoridades fiscais espanholas porque ele foi o primeiro jogador a ser alvo da Receita espanhola. "Foi muito difícil, porque eu fui o primeiro. Eles começaram comigo e depois foi atrás de todo mundo."

Posteriormente, vários outros jogadores foram acusados de irregularidades fiscais pelas autoridades, incluindo o ex-atacante do Real Madrid Cristiano Ronaldo. Messi disse que gostaria que o português tivesse ficado no Real porque sua presença seria boa para a liga espanhola e a rivalidade com o Barcelona. "Gostaria que tivesse continuado em Madri. Trazia mais rivalidade para o clássico", comentou.

Messi também reiterou seu desejo de ter Neymar de volta ao clube, e que ele acreditava que o atacante brasileiro acabaria indo para o Real Madrid se ele não fosse para o Barcelona na última janela de transferências. "Eu pensei que (o presidente do Real Madrid) Florentino (Perez) teria feito algo para contratá-lo, disse.

Messi disse que quando o ex-companheiro de equipe Xavi Hernandez treinar o Barcelona, a equipe jogará da mesma forma como atuou com Pep Guardiola, mas ele não sabe se ele ainda estará em atividade quando isso acontecer.

Messi disse que seu objetivo é se aposentar no Barcelona. O craque argentino de 32 anos disse que está chegando a uma idade em que tudo se torna mais difícil em seu corpo, e continuará avaliando a sua condição para seguir atuando a cada temporada. "Vou medindo isso a cada ano, verei se estou bem ou mal, se posso continuar ou não... Entrei numa idade onde as coisas começam a custar, é normal e lógico", afirmou.

(Com Agência Estado)
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei