Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, 09h:20

Tamanho do texto A - A+

Jorge Jesus espera reverter o curso da temporada do Flamengo

Por: REDAÇÃO

O badalo da movimentada janela de transferências do Flamengo a partir do fim do ano passado, onde um elenco já forte por si só foi reforçado por nomes como Giorgian De Arrascaeta do Cruzeiro e Gabriel Barbosa do Santos, não conseguiu se traduzir naquilo que realmente importa: resultado em campo. O time pode até ter levantado o troféu de campeão do Campeonato Carioca; mas isso está longe de ser o bastante frente aos gastos multimilionários da nova diretoria flamenguista cuja intenção é levar o time ao patamar de grandeza que suas saudáveis finanças deveriam trazer. 

Nessa perspectiva, o comandante escolhido para executar tal missão, Abel Braga, não tinha ainda falhado totalmente como muitos já alegavam. O futebol sem muito brilho e formulaico foi o que deu a Abel o título de Campeão Brasileiro pelo Fluminense em 2012, e é isso o que ele tem executado desde então. Sua aposta seria na continuidade desse plano, desta vez com um elenco muito mais forte. As chances de sucesso dependiam, de certa forma, de quão efetivo ele seria em passar essa forma de jogo aos seus jogadores.

Mas os primeiros sinais do Flamengo no Campeonato Brasileiro estavam longe do ideal. Mesmo se deixássemos de lado a potencial busca por um futebol vistoso – pois isso não é o que Abel Braga traz em seus trabalhos -, os resultados sofríveis já lhe deixavam em uma posição vulnerável para a continuidade de um trabalho que nasceu quase que desacreditado.

É nesse contexto que Abel Braga acaba perdendo a (até então) altíssima confiança da diretoria do time, removendo-o do cargo pouco antes da parada para a Copa América. E é assim também que é aberta a porta de entrada para o técnico português Jorge Jesus, depois de ver seu nome sendo sondado por diversos clubes brasileiros.

Alexandre Vidal/Flamengo

T?cnico Jorge Jesus do Flamengo

 Jorge Jesus é oficialmente apresentado como técnico do Flamengo

O ex-comandante do Benfica e do Sporting teve grande sucesso no nível doméstico em sua terra natal. E sua esperança é repetir tal feito no Brasil. Começando pela Série A, com a expectativa de trazer para a Gávea o título do Brasileiro que não é mais visto desde 2009.

Ele também ficou conhecido pela sua extravagância – o que as más línguas dirão que combina bastante com o clube com a maior torcida do país. Em sua apresentação, Jorge Jesus já colocou em si os holofotes ao dizer: "Vamos esperar o que tenho feito sempre. Onde chego, apresento trabalho e revoluciono do ponto de vista de ter ideias diferentes. Vou apresentar meu trabalho que foi visto em duas das três maiores equipes de Portugal nos últimos dez anos. Quando cheguei ao Benfica, há tempo não ganhava nada e agora tem a hegemonia no país. É o que vim fazer no Flamengo".

Para a execução de um trabalho onde se lida todo dia com comandados que ganham salários tão ou mais altos que o seu, é necessário um quê de egolatria e megalomania. Essa é sem dúvida uma das características mais marcantes e visíveis do novo técnico flamenguista, pelo o que já pode se tirar das suas primeiras palavras como contratado do Flamengo.

PXhere

Marcador Flamengo

Mas bem além das suas palavras, o que vai fazer real diferença é seu trabalho no campo. Tanto com o Benfica quanto com o Sporting, Jorge Jesus sempre perseguiu um futebol imponente e ofensivo perante seus adversários, sejam eles em nível local ou internacional. Tal soberba levou a algumas decepções nos palcos continentais, como a derrota para o Chelsea na Liga Europa em 2013 quando o mesmo comandava o Benfica. Mas também trouxe o Benfica de volta ao topo da liga portuguesa, após anos de dominância do Porto.

É isso o que se espera de Jorge Jesus no Flamengo, corrigindo o caminho até então traçado pelos cariocas no Brasileirão. E é isso também o que Jorge Jesus espera de si no comando do clube.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas