Terça-Feira, 02 de Abril de 2019, 17h:28

Tamanho do texto A - A+

Sicredi tem resultado 15% maior que o registrado no ano passado

Por: REDAÇÃO

SELO3_HIPER

O balanço divulgado pelo Sicredi apontou um resultado de R$ 463 milhões, resultado 15% maior do que o registrado no ano anterior, 2018. Os números foram apresentados nesta terça-feira (2) e compreendem a região Centro Norte, com os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre.

ezio almeira sicredi

 Ézio Almeida

O valor corresponde ao resultado positivo de todas as operações realizadas pelos cooperados do Sicredi. O “lucro” é dividido entre os associados ao fim de cada ano, de forma proporcional às movimentações de cada um.

Conforme a assessoria da Sicredi,  os Ativos passaram de R$ 10,8 bilhões para R$ 13,3 bilhões de um ano para outro, incremento de 23,2%. São recursos administrados pelas cooperativas e que circulam nas comunidades em forma de crédito para empresas, pessoas físicas e produtores rurais. O Patrimônio Líquido apresentou aumento de 18,4%, ao passar de R$ 2,1 bilhões para R$ 2,5 bilhões. Os Depósitos Totais tiveram avanço de 31%, ao sair de R$ 4,8 bilhões em 2017 para R$ 6,3 bilhões em 2018.

“Não temos o objetivo de lucro, mas sim de melhorar a condição econômica dos nossos associados e da região onde eles vivem. Por isso, quanto maior for nosso desempenho, mais a sociedade se beneficia, pois há um efeito cascata sobre os associados, suas famílias e a comunidade onde eles vivem”, pontua o diretor de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi Centro Norte, Ezio Filho de Almeida.

De acordo com os dados divulgados, a diminuição da inadimplência é uma das metas da cooperativa. Dessa forma, há maior proximidade entre cooperativa e associado e a possibilidade de fornecer melhores serviços aos correntistas. Na região Centro Norte, a instituição financeira cooperativa saiu de uma taxa de inadimplência de 3,6% em 2016, para 1,8% em 2017 e 1,3% em 2018, percentual inferior ao sistêmico, que fechou o ano em 1,4%. 

A poupança também indica o bom momento da cooperativa. Em 2018, ela atingiu R$ 1,688 bilhão, crescimento de 42% sobre o saldo em carteira ao fim de 2017, quando somou R$ 1,189 bilhão. O hábito de poupar é estimulado entre todos os associados, contingente que supera 422 mil pessoas na região Centro Norte. São atendidos por 10 cooperativas, que possuem 169 agências, distribuídas entre 140 municípios nos quatro estados de atuação, sendo que em 33 deles é a única instituição financeira.  Até o próximo ano, a previsão é inaugurar sete novas agências e chegar a 500 mil associados.  (Com assessoria)

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei