Domingo, 16 de Junho de 2019, 09h:32

Tamanho do texto A - A+

Seminário com médium espírita Divaldo Franco acontece amanhã

A expectativa é de que 2 mil pessoas participem do evento no Hotel Fazenda Mato Grosso

Por: REDAÇÃO

Divulga??o

DIVALDO FRANCO

O médium espírita Divaldo Franco, que é referência nacional e internacional, estará em Cuiabá para o seminário ‘Tragédias Coletivas e as Leis Divinas’, que acontece amanhã (17) das 19h30 às 22h, no Hotel Fazenda Mato Grosso. A expectativa da Federação Espírita do Estado (Feemt) é de que cerca de 2 mil pessoas participem da atividade, que conta com o auxílio de 80 trabalhadores voluntários.

Conforme a vice-presidente doutrinária da Feemt, Luiza Leontina, o tema é muito atual e transcende as religiões, por isso é aguardado um público de todas as crenças, idades e localidades. “As tragédias como essa se tornaram mais frequentes porque vivemos o realinhamento moral do planeta que, segundo a doutrina espírita, passará do estágio de provas e expiações, onde há predomínio do mal, para o caminho da regeneração”.

Afinal, dias melhores realmente virão? Haverá um momento em que o bem prevalecerá? Qual deve ser o papel das nações e dos indivíduos nesse contexto de transformação espiritual do mundo? Leontina avalia que o evento trará informações importantes acerca da necessidade de mudança dos seres humanos frente ao compromisso assumido na espiritualidade: contribuir com a evolução planetária.

O presidente da Feemt, Lacordaire Faiad, frisa que apesar do sofrimento ao perder entes queridos, este é um momento de renovação da fé e da esperança. “Nós, espíritas, temos a compreensão de que tudo é passageiro. A desencarnação, seja de forma natural ou trágica, possui uma razão de ser. Na esfera individual e coletiva, essas provas vêm para despertar nossas qualidades morais, entre elas, o amor e a fraternidade”.

Parte da renda do seminário será revertida para a Mansão do Caminho, em Salvador, que atende diariamente aproximadamente 3,2 mil crianças e adolescentes, além de adultos e idosos carentes. No espaço mantido por Divaldo Franco, há aulas que estimulam a inteligência criativa (música, balé) e ainda de promoção espiritual do ser.

 

 

 

 

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas