Domingo, 19 de Maio de 2019, 19h:52

Tamanho do texto A - A+

Sintep-MT alega "desrespeito" do governo e sinaliza greve nessa 2ª

Caso a maioria opte por cruzar os braços, a greve será por tempo indeterminado e deve começar na próxima segunda-feira (27.

Por: PAULO COELHO

Servidores da Educação de todo o Estado decidem nessa segunda-feira (20), se deflagram ou não, uma greve por tempo indeterminado. O indicativo de greve é o principal tema da reunião que será realizada às 14 horas na Escola Estadual Presidente Médice, na Capital.

Assessoria - Sintep-MT

Sintep - conselho discute greve

 

Segundo o Sindicato da categoria (Sintep-MT), autor da convocação para a Assembleia Geral,“o encaminhamento do Conselho de Representantes (18 e 19.05) foi pelo enfrentamento ao governo Mauro Mendes, que demonstra total fala de interesse em avançar nas negociações com a categoria. As respostas oficiais foram consideradas evasivas tendo como foco a falta de respeito com os profissionais da educação”.

O Sintep também afirma que, com apoio de 105 municípios, o indicativo será levado para discussão aberta e, caso aprovado, a greve terá início na  segunda-feira (27), com a paralisação de toda a rede estadual.

O presidente do sindicato, Valdeir Pereira, esclarece que foram inúmeras as tentativas de negociações, mas o governo se mantém irredutível e faz o debate apenas sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, e o orçamento do Estado.

 “Enquanto a Educação não for prioridade faremos a resistência”, enfatizou Pereira, acrescentando que o Sintep-MT, exige  o cumprimento da Lei da Dobra do Poder de Compra (510/2013), que equipara o salário dos profissionais da Educação às demais carreiras do executivo estadual, de mesmo nível e que o governo ofereça “condições de trabalho, infraestrutura das escolas e equipamentos pedagógicos”.

Recentemente o governador Mauro Mendes (DEM), disse em entrevista ao HiperNotícias, que “não se resolve nada com greve” e que Mato Grosso paga um dos três melhores salários do país.

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei







Mais Comentadas