Sexta-Feira, 12 de Abril de 2019, 15h:30

Tamanho do texto A - A+

Sem credibilidade, direção da Santa Casa é afastada e comissão assume

Por: JESSICA BACHEGA

A diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá foi dissolvida. A decisão pela exclusão foi tomada na manhã desta sexta-feira (12) e uma comissão de negociação assume a gerência da unidade e das tratativas para a reabertura.

Alan Cosme/HiperNoticias

santa casa de cuiaba/greve

 

Conforme informações, o presidente Carlos Coutinho deixa o cargo e o médico Luís Sabóia assume a coordenação da comissãoA medida foi tomada após sequência de fracassos da atual diretoria em negociar crédito com fornecedores e o poder público para reabertura do hospital. “Estávamos passando vergonha”, afirma o diretor Daniel Pereira, mantido na comissão.

De acordo com Pereira, Prefeitura, Governo e os credores acreditavam que, mesmo com a saída do presidente Antônio Preza, a direção era a mesma e não havia “credibilidade” em seus membros.

“Por isso os associados da Santa Casa optaram por mudar para ver se conseguimos avançar nas negociações. Fizemos o balanço dos débitos do hospital e chegamos a uma dívida total de R$ 118 milhões, mas queremos reduzir esse valor para pelo menos R$ 60 milhões ou R$ 80 milhões. Para isso contamos com o aporte que o Ministério da Saúde nos prometeu”, pontua o diretor.

O balancete foi divulgado nessa quinta-feira (11) e deve ser encaminhado para o Ministério da Saúde até segunda-feira (15). Ainda não há valor exato a ser encaminhado.

Conforme Daniel Pereira, há expectativa de recebimento de R$ 7 milhões, metade da Prefeitura de Cuiabá e outra parte do Governo do Estado.

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que seria firmado entre Município, Estado e Santa Casa foi barrado pelo Ministério Público Estadual.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




Últimas Notícias