Quarta-Feira, 29 de Maio de 2019, 15h:13

Tamanho do texto A - A+

Professor da rede estadual ganha mais que o dobro do professor de escola particular

Por: REDAÇÃO

Levanamento feito pelo governo de Mato Grosso mostra que a remuneração média paga  aos professores da rede estadual é mais que o dobro da paga aos professores da rede particular de ensino.

O salário médio - soma de toda a folha dos professores dividida pelo número de profissionais – pago aos educadores no Estado é de R$ 5,8 mil. A carga horária é de 30 horas semanais.

Já na rede particular de ensino, o salário do professor no 1º e 2º ano do Ensino Médio é de R$ 2.277,45. Neste caso, o professor estadual ganha R$ 3.523 a mais que o da rede particular, ou seja, 155% a maior.

No 3º ano de Ensino Médio, a diferença também é grande: os professores da rede particular recebem média salarial de R$ 2.849,18, que representa R$ 2.951 a menos que os da rede pública.

Nesta modalidade, os professores estaduais recebem mais do que o dobro dos particulares (103%).

MÉDIA SALARIAL DOS PROFESSORES EM MATO GROSSO

 

1º E 2º ANO ENSINO MÉDIO

3º ANO ENSINO MÉDIO

REDE ESTADUAL

R$ 5,8 mil

R$ 5,8 mil

REDE PARTICULAR

R$ 2,27 mil

R$ 2,84 mil

 

3º melhor salário

Em comparação com a rede pública dos demais Estados, a remuneração paga por Mato Grosso aos professores também se destaca, sendo a 3ª melhor do Brasil.

Já no início da carreira, Mato Grosso paga salário de R$ 4.350 aos profissionais, para jornada de 30h semanais.

Na frente de Mato Grosso estão apenas Maranhão (R$ 5.751) e Mato Grosso do Sul (R$ 5.553), que possuem regime de 40h semanais. Proporcionalmente, se Mato Grosso trabalhasse em regime de 40h semanais, o salário saltaria para R$ 5.799.

Vale lembrar que o piso nacional estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC) para este ano é de R$ 2.557.74.

Desta forma, Mato Grosso tem pago 70,1% a mais que o piso nacional de 40h, mesmo os professores tendo uma jornada de 30h.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto