Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017, 08h:29

Tamanho do texto A - A+

Procon estadual dá dicas para consumidores que pretendem aproveitar Black Friday

Por: CAMILLA ZENI

Por todo o país, os órgãos de defesa do consumidor têm se atentando às reclamações dos clientes no período da Black Friday e buscado orientar a população, a fim de garantir satisfação na compra por parte desses consumidores. Em Mato Grosso, o Procon estadual, ligado à  Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), listou alguns cuidados que devem ser observados.

 

Marcos Lopes/HiperNotícias

PROCON

 

As principais dicas para o período são quanto ao planejamento e a pesquisa de preços. De acordo com o órgão, para os consumidores, é mais eficaz se os clientes já tiverem feito uma lista do que precisam comprar e realizado o orçamento ao longo da semana, tanto em lojas físicas quanto virtuais.

 

Dicas valiosas para aqueles que efetivamente realizarem compra também são: 1) capture a tela da promoção, imprima ou guarde os panfletos de lojas, pois são as informações veiculadas que devem ser cumpridas pelos estabelecimentos; 2) avalie bem seu produto e peça que a descrição do material seja colocado em documento da loja (caso alguma avaria seja localizada).

 

O órgão de proteção também alerta para as compras pela internet: deve-se ler as políticas de privacidade do site, principalmente as que tratam de armazenamento de dados pessoais. Além disso, é preciso ter, por escrito, todas as informações referentes à compra.

 

Em relação à desistência de produtos, o Procon alerta que só é possível caso a compra tenha sido feita por internet, telefone ou catálogo, ou seja, fora de um estabelecimento comercial. Nesse caso, o cliente tem até sete dias, após firmar o contrato ou receber o produto, para solicitar o cancelamento.

 

Já em relação às trocas, o órgão pede atenção dos compradores, uma vez que, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), o estabelecimento só é obrigado a trocar a mercadoria se houver problema na qualidade. Por isso, caso a loja confirme que será possível trocar o produto, é necessário que o compromisso seja feito por escrito, seja na etiqueta ou em nota fiscal. Já na internet, a política de troca deve ser informada para o consumidor antes da finalização da compra.

 

Se o consumidor ainda tiver alguma reclamação ou dificuldade com relação a compra, poderá registrar a reclamação em uma das unidades do Procon (abaixo) ou pela plataforma www.consumidor.gov.br.

 

Procon-MT:

Ganha Tempo, na Praça Ipiranga - atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30;

Ganha Tempo, no Várzea Grande Shopping - segunda a sexta-feira, das 10h às 19h;

Unidade na Assembleia Legislativa - atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h;

 

Informações pelo 151 ou 65-3613-8500

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto