Quinta-Feira, 21 de Março de 2019, 17h:24

Tamanho do texto A - A+

MPE barra o Festival dos 300 anos na Arena e Emanuel cancela o evento

Por: REDAÇÃO

Após o Ministério Público Estadual (MPE) ter notificado o Governo do Estado para barrar a realização do festival em comemoração aos 300 anos da Cuiabá na Arena Pantanal, o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou nesta quinta- feira (21) o cancelamento do evento, que seria realizado nos dias 6, 7 e 8 de abril. Em vídeo gravado em frente ao Ministério da Saúde, em Brasília, Emanuel criticou o “individualismo” de alguns setores.

Alan Cosme/HiperNoticias

emanuel pinheiro

 

Conforme o MPE, a realização de eventos na Arena estaria danificando o gramado, o que prejudicaria a realização de jogos de futebol. Segundo Emanuel, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) “acusou antecipadamente que estragaria a grama do estádio. Demos todas as garantias, mas não foram suficientes”, criticou o prefeito.

Emanuel contou que outros locais foram procurados para a realização do evento, como a Orla do Porto, mas chegou-se à conclusão que o local não teria estrutura e a segurança poderia ficar comprometida. O Sesi Papa, outra opção, tem problemas com o acesso e estacionamento, e a Acrimat, outra alternativa, está em obras.

No encerramento do vídeo, Emanuel Pinheiro diz que, apesar das dificuldades, "temos motivos de sobra para comemorar", e cita algumas obras que serão inauguradas durante as comemorações pelos 300 anos da Capital.

Veja o vídeo com a fala do prefeito Emanuel Pinheiro

 

">

 

 

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 1



3 Comentários

Anderson Alves Pinto - 25/03/2019

Achei muito justo que a Arena Pantanal fosse vetada para a realização do festival pretendido. Isto porque a Capital não tem outro estádio para realizar a etapa decisiva do campeonato estadual tendo em vista que a prefeitura não terminou as obras no Dutrinha. Não obstante a isso, vale lembrar que no ano passado, também falaram que o gramado não seria prejudicado com o Arena Rock e o que se viu foi um vexame nacional que Mato Grosso passou com o estado do gramado, motivo de críticas em todo o Brasil. Naquela oportunidade o estádio recebeu grandes públicos para a etapa decisiva da série C, ficando lotado na grande final. A série B vem aí, vitrine de Mato Grosso para o Brasil. Nosso futebol está crescendo e o prefeito precisa respeitar isso.

Carlos Eduardo - 22/03/2019

Sim, sim, estamos com gravíssimos problemas na economia do Estado, que refletem profundamente nas instituições fundamentais para o funcionamento da cidade e do Estado, como a saúde pública em fase de completo e total desaparelhamento, da insegurança pública que viceja na Capital e em todos os municípios, da ausência de investimentos em obras essenciais, da falência completa do Estado e da incapacidade de nossos gestores em reverter tais situações. Sim, principalmente a saúde pública necessita de investimentos maciços, provocados principalmente pela corrupção sistêmica, má e criminosa aplicação de recursos, falta de medicamentos, profissionais de todos os setores, locais apropriados e dignos para o atendimento público, sem contar outras deficiências gritantes que nos motivam a olhar o futuro com muito medo e espanto. São fatores agregados que exigem soluções rápidas, pertinentes e absolutamente necessárias. Mas me perdoem aqueles que não comungam com a minha opinião. Embora critique, algumas vezes o Prefeito Emanuel Pinheiro (como também lhe presto elogios quando merecedor, até porque mantenho a minha liberdade de consciência e não devo absolutamente nada ao senhor alcaide cuiabano), tenho comigo que ele e sua equipe fizeram um tremendo esforço para a realização dos eventos dedicados ao aniviversário de 300 anos de nossa amada Cuiabá. Mesmo que desorganizado, havia um planejamento na esfera municipal para proporcionar uma festividade digna de nossa terra, de nossa gente, de nossos cultos históricos, de nossas raízes. E devemos esse empreendimento ao Emanuel e sua equipe que, mesmo com erros e falhas que considero gritantes, levaram com galhardia a tentativa de realizar a festividade, ainda que existam problemas sociais de monta. Já estava convencido com a programação na Arena Pantanal, embora em minha página do facebook tenha criticado esse fator, por entender deveria ser descentralizada as festividades. Mas, ainda assim, eu renderia minhas homenagens à minha Terra na Arena ou em qualquer outro lugar onde se comemorasse esta magnífica data. Mas o Ministério Público, provavelmente desconecedor absoluto do que significa uma Arena Multiuso, à exemplo das existentes em São Paulo, Rio de Janeiro Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, obstou, com reprovável prazer a iniciativa da Prefeitura, já nos momentos finais dos preparativos, alegando a improvável danificação do gramado, como se o Promotor que propôs a medida estivesse preocupado com o estado do gramado da Arena (se estivesse, porque somente manifestou-se agora ? Só pra impedir a festa de nossa população ???). O GOverno do Estado de Mato Grosso, através do atual Governador Mauro Mendes, que não possui nas veias o sangue cuiabano e, no alto de seu poder imperial, não consegue vislumbrar, ainda que por momentos a importância de nossa data, até porque alienígena em nosso território, acatou submissamente e com alegria a tal "Recomendação Ministerial" e deu vazão ao seu desprezo aos nossos mais íntimos e lídimos desejos de festejar a nossa data histórica. IMpediu também, com uma alegação frágil e até mesmo desonesta a realização do evento na nossa Arena Multiuso Pantanal. Esses dois, o Governador e o Promotor feriram de morte a nossa festa; não respeitaram os desejos de nossa gente; não respeitaram o valor histórico, cultural, artístico de nossa gente. Foram irresponsáveis mesmo com aquela cara de seriedade que esconde a satisfação de haverem, com esdrúxulas canetadas e mórbido prazer, destruído a nossa festa. Parabéns, GOvernador. Parabéns, senhor Promotor. Particularmente, não vou esquecer essa ignomínia que vocês praticaram contra a nossa querida Cuiabá.

Fabio - 22/03/2019

Fez muito bem em cancelar, tudo culpa do MPE que é formado por um bando de SF... que querem governar o mundo, só não se pode pisar no calo deles que ai fazem o que querem e ficam magoadinhos..... essa arena pantanal nunca ficou pronta e as obras que foram feitas ja tem que ser refeitas, o estado nao da conta de cuidar do que tem la e esta se deteriorando, TVs roubadas, banheiros depredados, forro caido, o forro é um caso a parte pois quando tem evento eles pegam forro que presta de uma parte pra colocar onde vai ser o evento, ai fica +/-, tapando o sol com a peneira..... lixo de obra e lixo de fiscalização e lixo de MPE que ate hoje nao tomou providencia..... mas pra cuidar da vida dos outros eles servem.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA









ESTÚDIO HIPER
INFORME PUBLICITÁRIO GCOM - Combate à Dengue, Zika e Chikungunya em MT

INFORME PUBLICITÁRIO - Combate as Infecções Sexualmente Transmissíveis

16º FESTIVAL DAS FLORES CUIABÁ 2019