Quarta-Feira, 25 de Julho de 2018, 08h:30

Tamanho do texto A - A+

Movimentos sociais negros promovem roda de conversa na UFMT

Por: KHAYO RIBEIRO

No Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha, 25 de julho, grupos que discutem relações étnico-raciais promovem roda de conversa com o tema “Mulheres negras contra o racismo, a violência e pelo bem viver” em Cuiabá.  

 

Reprodução

CNU

 

A Professora Mestre Bendita Rosa da Costa aponta que “essa data e o evento, visam despertar a população, o governo, a imprensa e os movimentos sociais para as necessidades políticas e culturais que as mulheres negras e quilombolas demandam”. 

 

Apesar de a data ter sido constituída em 1992, apenas há pouco tempo ela foi reconhecida no Brasil. “Oficialmente, a data foi reconhecida há quatro anos como o Dia Nacional de Tereza de Benguela – uma líderança do quilombo de Quariterê, no nosso estado, Mato Grosso” como afirma Zizele Ferreira, coordenadora do Coletivo Negro da UFMT. 

 

A roda de conversa será aberta para toda sociedade, com a presença de pesquisadores(as), estudantes e militantes do movimento social negro.  

 

O encontro acontecerá na Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (Adufmat), as atividades terão início por volta das 19:00h.  

 

O evento é promovido pela associação do Coletivo Negro Universitário da UFMT em parceria com o Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso e Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos. Dentre os apoiadores estão a ADUFMAT, Egbe Omorisa Sango, OPAN, ASSUMAT e outros.   

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas