Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 08h:48

Tamanho do texto A - A+

Licitação do Rodoanel de Cuiabá é publicada no Diário Oficial do Estado

Por: REDAÇÃO

Assessoria

Rodoanel

Foi publicado nesta quarta-feira (23), no Diário Oficial de Mato Grosso, o aviso de abertura da licitação para a contratação da empresa que ficará responsável pela elaboração do projeto e execução da conclusão do Rodoanel de Cuiabá, cujas obras estão paralisadas há uma década.

A abertura das propostas será no dia 18 de novembro, às 09h00. O trecho a ser retomado será de 51,71 km de extensão, entre Cuiabá e Várzea Grande, cujo valor total estimado é de R$ 497 milhões.

Segundo a presidente da Comissão de Licitação da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Adriana Silveira Henrique, “Será o primeiro RDCI (Regime Diferenciado de Contratação Integrado), a ser realizado pela Sinfra, com um sistema totalmente eletrônico, realizado pelo Portal Compras Net, no qual o critério de julgamento será o menor preço”, explicou.

Ela acrescenta que a proposta da Sinfra, ao optar pelo RDCI, foi o de contratar uma empresa que elabore o projeto executivo, o projeto básico de engenharia e ainda fique responsável pela execução da obra. Ou seja, uma só empresa ficará responsável por todo o processo.

“A Secretaria Adjunta de Obras elaborou um anteprojeto muito bem fundamentado sobre como queremos a obra. De posse deste anteprojeto, os licitantes poderão fazer suas propostas e até mesmo elaborar tanto o projeto executivo quanto o básico, que preveja a execução no menor tempo e com a melhor tecnologia possível”, afirmou

Além do edital, no site da Sinfra (www.sinfra.mt.gov.br) os interessados também terão à sua disposição projetos, planilhas e minuta do contrato.

O secretário adjunto de Obras Rodoviárias da Sinfra, Nilton de Brito, explicou que o rodoanel de Cuiabá terá ainda 16 obras especiais, entre pontes, viadutos e trincheira ao longo dos 51,71 km previstos.

“A ideia é trabalhar em trechos, iniciando em Várzea Grande, à medida que os recursos forem liberados, para evitar trechos inacabados”, explicou, acrescentando que, por ser uma grande obra, a previsão para sua conclusão é entre três e quatro anos. Já temos R$ 130 milhões em caixa”, concluiu.   

 

 

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas