Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 09h:12

Tamanho do texto A - A+

Greve e escolas abandonadas de MT são destaques do Profissão Repórter

Por: ANA ADÉLIA JÁCOMO

PROFISSAO REPORTER

A crise na Educação de Mato Grosso foi um dos temas do programa “Profissão Repórter”, da Rede Globo, nesta quarta-feira (14).

Além de citar a greve de 75 dias dos professores, o grupo de repórteres esteve em oito escolas do Estado, e mostrou imagens de salas de aula funcionando em estábulos, morcegos, vidros quebrados, fio de luz expostos e demais problemas estruturais.

Você pode assistir ao programa AQUI. A partir dos 32 minutos a situação da Educação de Mato Grosso é exibida.

A secretária de Educação Marioneide Angélica Kliemaschewsk concedeu entrevista e afirmou que os problemas foram originados há décadas e que por isso é difícil recuperar tudo em quatro anos de gestão.

Ela apontou para o fato de o Ministério Público ter orientado a segurar os gastos com pessoal, uma que vez que Mato Grosso está acima do permitido na Lei de Responsabilidade Fiscal.

A Escola Estadual Arlete Maria da Silva, em Várzea Grande, foi exibida no programa. No local há uma obra paralisada com valor total de R$ 2,3 milhões e prazo de execução de 10 meses, no entanto nenhum funcionário foi encontrado trabalhando no local.

A empresa responsável é a Expecta Serviços de Engenharia LTDA.

O interior da escola aparece sem portas, janelas e teto com graves problemas estruturais, e uma quadra de esportes, que estaria há cinco anos abandonada.

A greve na Educação foi a mais longa da história, com 75 dias de duração. A paralisação, por reajustes salariais, teve como consequências aos estudantes a perda do ano letivo, já que as reposições de aulas devem ser finalizadas apenas em 2020.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas