Sábado, 18 de Maio de 2019, 12h:00

Tamanho do texto A - A+

Governo reforça Segurança pública com 18 novos delegados de polícia

Por: REDAÇÃO

As delegacias da Polícia Civil do interior do Estado de Mato Grosso  receberão  reforço de 18 novos delegados de polícia, que terminaram o 15º Curso de Formação Técnico-Profissional da Academia de Polícia Civil. A formatura dos policiais civis aconteceu na noite desta sexta-feira (17), no Salão Nobre Clóves Vettorato, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá.

Mayke Toscano/Secom-MT

Delegados e Governador

 

A cerimônia contou com a presença do governador Mauro Mendes e do secretário nacional de Segurança Pública, General da Reserva, Guilherme Cals Theophilo Gaspar dos Santos, que durante o dia sobrevoou a fronteira Oeste, na região de Cáceres com a Bolívia, para conhecer de perto a extensão territorial que as instituições de segurança enfrentam no combate aos crimes transfronteiriços,  por terra, ar ou água.  

A agenda na fronteira por articulada pelo delegado geral da Polícia Civil, Mário Dermeval de Resende, e foi acompanhada também pelo comandante da Polícia Militar, coronel Jonildo José Assis, e outras autoridades, que finalizaram o dia na formatura dos delegados.

Em mensagem aos novos delegados, o governador Mauro Mendes pediu aos formandos disposição para fazer um pouco mais daquilo que já é feito hoje, para melhorar a segurança e o desenvolvimento do Estado.

 "Precisamos nesse País desenvolver o senso de coletividade, de patriotismo, que parece que se perdeu ao longo das últimas décadas (..). "Sei que cada um dos senhores se esforçaram muito, estudaram muito e hoje estão aqui coroando o ápice de um processo, de uma etapa de tantas outras que teremos pela frente. Espero que, assim como vocês foram exitosos, vitoriosos até esse momento, que outras vitórias possam ser brindadas em suas carreiras profissionais", disse.

O delegado geral da Polícia Civil, Mário Dermeval de Resende, destacou a importância da entrada dos delegados, para que as ações de repressão aos crimes sejam fortalecidas nos locais mais longínquos, principalmente, naquelas regiões de fronteira com outros estados e países, como é o caso do Oeste de Mato Grosso.

"É um ato marcante para a instituição, tendo em vista que perdemos muitos delegados com os processos de aposentadorias. E o concurso público realizado em 2017 vem permitindo essas nomeações. Isso acaba suprindo essas lacunas por conta das aposentadorias. Esperamos outras nomeações buscando o reforço ainda maior do quadro de delegados para que as investigações caminhem de maneira mais célere", afirmou.

 delegado Pablo Bonifácio Carneiro, que foi agente de polícia no Espírito Santo, estado em que nasceu, e o escolhido a orador da turma. Ele disse que encerrou sua vida de 'concurseiro' ao passar no concurso para delegado de polícia em Mato Grosso. "É a realização de um sonho. Já era policial civil no Espírito Santo, atuei por sete anos lá e hoje formar como delegado é a concretização de um sonho. Nossa expectativa trabalhar para contribuir com o desenvolvimento do local, levando justiça e atuando em nome da Polícia Civil", asseverou.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, também enalteceu a necessidade da presença de delegados em todas as localidades do Estado. "O  Estado tem cidadãos espalhados por todo o estado e a responsabilidade dos senhores em conduzir a ordem pública onde estiverem é um sarcedócio, uma abnegação e muitas vezes um altruísmo do que vocês vão abdicar. O Estado tem expoentes e dificuldades, mas tem a necessidade da presença de nós, atores da segurança pública, profissionais da Polícia Judiciária Civil, da Polícia Militar, Politec e Corpo de Bombeiros. Espero que abracem a carreira, tal qual abraçaram o concurso. O esforço de todos  na vida cotidiana durante a carreira será reconhecido", ressaltou.

O general Theophilo contou que Mato Grosso foi o estado onde iniciou a carreira como general, sendo sua primeira missão em 2007 comandar a 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, e aqui recebeu as mais diversas condecorações. Aos novos delegados destacou o Plano de Reforço às Polícias Judiciárias, o PRPJ, do Ministério da Justiça.

"Segunda-feira, em Recife, começaremos um curso com 30 delegados da Polícia Civil e será um curso itinerante que vai formar especialistas no combate a corrupção, em três eixos: combate a corrupção, os crimes violentos e o crime organizado. Um reforço na Polícia Judiciária. Esse curso de cinco semanas terá grandes expoentes de grandes investigações, palestrantes de alto nível, para que no final esse núcleo de 30 delegados multipliquem esse conhecimento formando delegacias especializadas no combate à corrupção", disse.

O diretor da Academia, Welber Batista Franco, falou da preparação dos policiais que agora entram em atividade. "Foi com dificuldades, mas com muita perseverança que conseguimos junto ao governador a nomeação dos colegas, a desenvoltura do curso com toda a voluntariedade dos professores, que se desdobraram que ocorresse. De forma lisonjeada hoje,  a Academia está muito feliz por estar certificando esses novos delegados que vão para o interior levar à sociedade um trabalho de excelência, reconhecido pelo Estado".

Participaram da cerimônia diretores da Polícia Civil, os comandados da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Politec, dentre outras autoridades, presidentes do Sindicado dos Delegados, do Sindicato dos Investigadores, da Associação dos Delegados, delegados aposentados, policiais, familiares e amigos dos formandos.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto